Fórum PiR2
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Redação no modelo ENEM

Ir em baixo

Redação no modelo ENEM Empty Redação no modelo ENEM

Mensagem por jotaefi10 Dom 04 Abr 2021, 15:50

Tema: A importância do debate sobre relacionamento abusivo no Brasil

Na obra ''Por que a Guerra?'', Einstein e Freud discutem sobre como o instinto humano é espontaneamente conectado à busca pela acomodação individual pelo poder, muitas vezes alcançado de forma desleal e autoritária pelos sujeitos. Fora do papel, é notória uma analogia da mesma com o funcionamento da sociedade brasileira atual, sobretudo pelas relações interpessoais abusivas que perduram por séculos. Dito isso, é crucial analisar o passado histórico nacional e suas consequências no brasileiro do século XXI, o qual ainda permanece controverso.

Em primeiro lugar, fica viável estabelecer uma discussão sociológica acerca da temática das relações abusivas no Brasil. A respeito disso, Gilberto Freyre, em ''Casa Grande e Senzala'', apesar de reconhecer as violências e discriminações ocorridas no período colonial, argumentou que os aspectos culturais da mistura das etnias agiam sobre os nacionais, de modo que se alcançou a harmonização entre os nativos. Num contexto hodierno, porém, nota-se a insuficiência do autor em compreender, por exemplo, a prática do bullying no setor escolar como abuso psicológico o qual faz a vítima sentir-se humilhada e facilmente se isolar do contato coletivo. Assim, deve-se buscar um debate mais cirúrgico acerca da problemática, não se restringindo a aspectos generalizados da população.

Outrossim, não é difícil perceber como a globalização fomenta indiretamente à disputa material e social entre os cidadãos, principalmente a parcela mais jovem: a mente de um líder político visando ao poder é, em suma, a mesma da de um adolescente que procura certo destaque pessoal denegrindo o seu próximo verbalmente com o fito de se tornar mais influente. Isso porque ambas as percepções estão integradas ao ser humano, como já fora citado. Acontece que, uma vez que a naturalidade segue lúcida, mais presentes serão os casos de imposição do homem à mulher e do branco ao negro, ou ainda formulações de modelos trabalhistas aos moldes escravistas, sinais de retrocesso.

Portanto, medidas devem ser tomadas a fim de concretizar o debate sobre as relações interpessoais na nação. Para isso, o Ministério da Educação deve, com o apoio das escolas e por meio de verbas governamentais, lançar um evento anual chamado ''Educação: esperança da salvação'', no qual estudantes do Fundamental e Médio participariam de jogos e aulas personalizadas no intuito de compreenderem como diferentes comportamentos podem romper ligações saudáveis entre os entes, evitando que o mesmo chegue na escala do autoritarismo. Com o incentivo da mídia, ainda, a ideia se fortificaria e conseguiria destoar o inatismo abusivo, e a história do Brasil avançaria.

jotaefi10
iniciante

Mensagens : 16
Data de inscrição : 26/08/2020

Voltar ao Topo Ir em baixo

Redação no modelo ENEM Empty Re: Redação no modelo ENEM

Mensagem por jotaefi10 Sab 10 Abr 2021, 20:58

Alguém poderia ajudar na correção?

jotaefi10
iniciante

Mensagens : 16
Data de inscrição : 26/08/2020

Voltar ao Topo Ir em baixo

Redação no modelo ENEM Empty Re: Redação no modelo ENEM

Mensagem por romulos1 Qua 14 Abr 2021, 22:39

Rapaz, depois do ENEM esse fórum desacelera um bocado.

Enfim, estou enferrujado com redações, mas fiz o que pude.

Na obra ''Por que a guerra?'' "apenas a primeira palavra tem maiúsculas", Einstein e Freud discutem sobre como o instinto humano é espontaneamente conectado à busca pela acomodação individual pelo poder, muitas vezes alcançado de forma desleal e autoritária pelos sujeitos. Fora do papel, é notória uma analogia da mesma"não se usa mesmo como pronome pessoal" com o funcionamento da sociedade brasileira atual, sobretudo "não é sobretudo, pois são exatamente essas relações que você quer falar, e não do funcionamento da sociedade como um todo" pelas relações interpessoais abusivas que perduram por séculos "por que é notória essa relação? aliás, que relação é essa? explique: fora do papel, é notório que em muitas relações interpessoais, um indivíduo o grupo tome uma posição de dominância e consequentemente abuse física e psicologicamente do outro" . Dito isso "não sei se serve como conector, acho que "assim", "dessa forma" ficaria melhor, o que você usou soa truncado", é crucial analisar o passado histórico nacional e suas consequências no brasileiro do século XXI, o qual ainda permanece controverso.

Em primeiro lugar, fica viável estabelecer uma discussão sociológica acerca da temática das relações abusivas no Brasil."serviu para nada essa oração" A respeito disso, Gilberto Freyre, em ''Casa Grande e Senzala'', apesar de reconhecer as violências e discriminações ocorridas no período colonial, argumentou que os aspectos culturais da mistura das etnias agiam sobre os nacionais, de modo que se alcançou a harmonização entre os nativos. Num contexto hodierno, porém, nota-se a insuficiência do autor em compreender, por exemplo, a prática do bullying no setor escolar como abuso psicológico, o qual faz a vítima sentir-se humilhada e facilmente se isolar do contato coletivo "por que nota-se a insuficiência do autor? seu parágrafo está expositivo. Escreva assim: nota-se a insuficiência do autor... pois esse abuso apoia-se na ridicularização das das diferenças entre as pessoas e na menosprezação do outro como indivíduo.(foi o que pensei, mas é só pra dar uma base)" . Assim, deve-se buscar um debate mais cirúrgico acerca da problemática, não se restringindo a aspectos generalizados da população. "Esse tipo de finalização não é bom, é o mesmo que dizer: assim alguém tem que resolver o problema"

Outrossim, não é difícil perceber como a globalização fomenta indiretamente à disputa material e social entre os cidadãos, principalmente a parcela mais jovem: a mente de um líder político visando ao poder é, em suma, a mesma da de um adolescente que procura certo destaque pessoal denegrindo o seu próximo verbalmente com o fito de se tornar mais influente. Isso porque ambas as percepções estão integradas ao ser humano, como já fora citado. Acontece que "coloque um conector: "dessa forma" por exemplo ", uma vez que a naturalidade segue lúcida, mais presentes serão os casos de imposição do homem à mulher e do branco ao negro, ou ainda formulações de modelos trabalhistas aos moldes escravistas, sinais de retrocesso.
Eu gostei desse parágrafo, mas falta um repertório pra dar mais embasamento e sustentação a sua ideia. Mas como já usou dois repertórios, não há problema.

Portanto, medidas devem ser tomadas a fim de concretizar o debate sobre as relações interpessoais na nação. "esse período não ajuda em nada" Para isso Portando, para resolver essa problemática, o Ministério da Educação -instância educacional máxima do país- (sempre desenvolva todas as partes) deve, com o apoio das escolas e por meio de verbas governamentais, lançar um evento anual chamado ''Educação: esperança da salvação'', no qual estudantes do Fundamental e Médio participariam de jogos e aulas personalizadas, no intuito de compreenderem como diferentes comportamentos podem romper ligações saudáveis entre os entes, evitando que o mesmo chegue na escala do autoritarismo. Com o incentivo da mídia, ainda, a ideia se fortificaria e conseguiria destoar o inatismo abusivo, e a história do Brasil avançaria.

Bacana, boa conclusão também.
Poucos erros gramaticais. Atente-se a não deixar o texto expositivo.
romulos1
romulos1
Recebeu o sabre de luz
Recebeu o sabre de luz

Mensagens : 169
Data de inscrição : 28/08/2019
Idade : 21
Localização : Brasil, Rio de janeiro, Nova Friburgo

BatataLaranja345 e jotaefi10 gostam desta mensagem

Voltar ao Topo Ir em baixo

Redação no modelo ENEM Empty Re: Redação no modelo ENEM

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum