Redação modelo ENEM - 2

Ir em baixo

Redação modelo ENEM - 2

Mensagem por hugo araujo em Qui 09 Jun 2016, 13:21

Tema:  O que o fenômeno social dos ''rolezinhos'' representa?
Está disponível na prova da 2° aplicação do enem 2014.

        O fenômeno social dos jovens que se reúnem nos shoppings centers despertou a atenção da mídia e da sociedade nos últimos anos. Trata-se de uma problemática que ressuscita o embate sobre a exclusão sociocultural histórica no país e destaca a influência das mídias sociais nas manifestações do século XXI. Com isso, surge o tema dos ''rolezinhos'' que, entre outros motivos, relaciona-se a fatores políticos que podem repercutir em questões culturais.
          Não há dúvidas de que alguns problemas sociais ainda persistem no Brasil. Nos ''rolezinhos'', isso fica evidente na forma como alguns proprietários de shoppings centers lidam com a questão: proibindo a entrada de pessoas que não apresentam o esteriótipo de consumidores, ou na ausência de áreas urbanas públicas para o entretenimento e lazer. Diante disso, destaca-se também o papel da internet, principalmente as redes sociais, na organização de movimentos populares como ficou evidente nós encontros de jovens das periferias de São Paulo ou na Primavera Árabe, por exemplo.
         Ainda nesse sentido, este fenômeno simboliza também a ineficácia do Estado  na promoção de bem estar para as classes menos favorecidas. Segundo o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), o Brasil possui um dos piores indicadores de desigualdades na América Latina - como revela o seu baixo Índice de Desenvolvimento Humano Ajustado à Desigualdade (IDH-D). Nesse contexto, a produção cultural e artística também reflete as desigualdades na nação, como se verifica nas letras das canções do funk ostentação, as quais retratam o desejo de inserção em espaços e estilos de vidas distantes da realidade nas periferias.
      Entende-se, portanto, que os ''rolezinhos'' é fruto da continuidade de problemas socioeconômicos no país. A fim de atenua-lós, as esferas Executiva e Legislativa, podem criar políticas sociais que promovam inclusão, como cotas estudantis em eventos culturais, e além disso, através de parcerias com a inciativa privada, construir espaços públicos para o lazer e diversão nas zonas periféricas das cidades. Dessa forma, pode-se minimizar o problema da exclusão da juventude das classes menos favorecidas. 
avatar
hugo araujo
Estrela Dourada
Estrela Dourada

Mensagens : 1743
Data de inscrição : 12/04/2014
Idade : 24
Localização : Araçuaí, MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Redação modelo ENEM - 2

Mensagem por Convidado em Qui 09 Jun 2016, 20:03

Esse enem não é uma segunda aplicação... é a ppl. Apesar de ser uma "segunda aplicação" literalmente.

Sobre o texto:



" ressuscita o embate sobre a exclusão sociocultural histórica no país e destaca a influência das mídias sociais nas manifestações do século XXI" Muito bem retirou de acordo com os textos de apoio o que o povo do enem queria. A pergunta o que representa esse movimento tem infinitas respostas, mas os textos de apoio mostram onde eles querem que vc fique.
"Com isso, surge o tema dos ''rolezinhos'' que, entre outros motivos, relaciona-se a fatores políticos que podem repercutir em questões culturais"

Até aqui vi vários assuntos que vc tem que falar...história, mídia sociais  no caso, desigualdade e política/juventude. A
Agora, depois de eu ter lido o texto, achei que vc teria que dar uma modificada mesma na parte "histórica" da primavera e ligar corretamente isso ao social(falo sobre isso mais abaixo).
"repercutir em questões culturais" Definitivamente essa parte de consequência na parte cultural não foi explorado no texto... Foi colocado ai sem motivo.

"Não há dúvidas de que alguns problemas sociais ainda persistem no Brasil. Nos ''rolezinhos'', isso fica evidente na forma como alguns proprietários de shoppings centers lidam com a questão: proibindo a entrada de pessoas que não apresentam o esteriótipo de consumidores, ou na ausência de áreas urbanas públicas para o entretenimento e lazer. Diante disso, destaca-se também o papel da internet, principalmente as redes sociais, na organização de movimentos populares como ficou evidente nós encontros de jovens das periferias de São Paulo ou na Primavera Árabe, por exemplo." Parágrafo confuso, a primeira parte tudo bem... mas como o papel da internet tem relação com problemas sociais, como a primavera tem relação com isso? Bom conhecimento de mundo, mas usado de forma indevida quando não relaciona a tese/tema.


Na conclusão "construir espaços públicos para o lazer e diversão nas zonas periféricas das cidades" solução que gera exclusão social... e não inclusão de pessoas diferente, jogando para periferia as pessoas... ou não foi bem explicada.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Redação modelo ENEM - 2

Mensagem por hugo araujo em Qui 09 Jun 2016, 20:58

Obrigado Jajacs. ^^

O primeiro texto de apoio citava a influência das redes sociais nas manifestações dos ''rolezinhos'', tentei dialogar com o texto. No entanto, não consegui fazer essa síntese. 

Tive dificuldade na conclusão, eu deveria enviesar que falta lazer, entretenimento e diversão nas periferias. Para alguns especialistas,essa talvez seja até uma forma de combater o narcotráfico e impedir que muitos jovens entrem no mundo das drogas.
avatar
hugo araujo
Estrela Dourada
Estrela Dourada

Mensagens : 1743
Data de inscrição : 12/04/2014
Idade : 24
Localização : Araçuaí, MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Redação modelo ENEM - 2

Mensagem por hugo araujo em Qui 09 Jun 2016, 21:05

@hugo araujo escreveu:
Tema:  O que o fenômeno social dos ''rolezinhos'' representa?
Está disponível na prova da 2° aplicação do enem 2014.
        O fenômeno social dos jovens que se reúnem nos shoppings centers despertou a atenção da mídia e da sociedade nos últimos anos. Trata-se de uma problemática que ressuscita o embate sobre a exclusão sociocultural histórica no país e destaca a influência das mídias sociais nas manifestações do século XXI. Com isso, surge o tema dos ''rolezinhos'' que, entre outros motivos, relaciona-se a fatores políticos que podem repercutir em questões culturais.
          Não há dúvidas de que alguns problemas sociais ainda persistem no Brasil. Nos ''rolezinhos'', isso fica evidente na forma como alguns proprietários de shoppings centers lidam com a questão: proibindo a entrada de pessoas que não apresentam o esteriótipo de consumidores, ou na ausência de áreas urbanas públicas para o entretenimento e lazer. Diante disso, destaca-se também o papel da internet, principalmente as redes sociais, na organização de movimentos populares como ficou evidente nós encontros de jovens das periferias de São Paulo ou na Primavera Árabe, por exemplo.
         Ainda nesse sentido, este fenômeno simboliza também a ineficácia do Estado  na promoção de bem estar para as classes menos favorecidas. Segundo o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), o Brasil possui um dos piores indicadores de desigualdades na América Latina - como revela o seu baixo Índice de Desenvolvimento Humano Ajustado à Desigualdade (IDH-D). Nesse contexto, a produção cultural e artística também reflete as desigualdades na nação, como se verifica nas letras das canções do funk ostentação, as quais retratam o desejo de inserção em espaços e estilos de vidas distantes da realidade nas periferias.
      Entende-se, portanto, que os ''rolezinhos'' é fruto da continuidade de problemas socioeconômicos no país. A fim de atenua-lós, as esferas Executiva e Legislativa, podem criar políticas sociais que promovam inclusão, como cotas estudantis em eventos culturais, e além disso, através de parcerias com a inciativa privada, construir espaços públicos para o lazer e diversão nas zonas periféricas das cidades. Dessa forma, pode-se minimizar o problema da exclusão da juventude das classes menos favorecidas. 
avatar
hugo araujo
Estrela Dourada
Estrela Dourada

Mensagens : 1743
Data de inscrição : 12/04/2014
Idade : 24
Localização : Araçuaí, MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Redação modelo ENEM - 2

Mensagem por Convidado em Qui 09 Jun 2016, 21:42

Retiro que eu disse na parte cultural, vc relacionou com politicos n aparte que vc destacou. Desculpe X) 

Mantenho o resto do que falei X)

Essa parte aqui ""repercutir em questões culturaisDefinitivamente essa parte de consequência na parte cultural não foi explorado no texto... Foi colocado ai sem motivo. " 


Acho que foi distraçao da minha parte, desculpe novamente e bons estudos heheheh

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Redação modelo ENEM - 2

Mensagem por Convidado em Qui 09 Jun 2016, 21:50

Sobre a marcaçao do que vc colocou "Não há dúvidas de que alguns problemas sociais ainda persistem no Brasil."  Isso e historia? Eita. uhahuaahu Foi bem profundo entao... nao percibi de cara... achei que vc falaria algo sobre a desigualdade ou como ela e no Brasil com o passar dos anos, desculpe mas nao ficou na cara que isso e historia . huauhauha


(estou usando um programa aqui desculpe pela falta de acentuaçao Sad )




"Diante disso, destaca-se também o papel da internet, principalmente as redes sociais, na organização de movimentos populares como ficou evidente nós encontros de jovens das periferias de São Paulo ou na Primavera Árabe, por exemplo." Sim, essa parte tem relaçao com que esta na introduçao, mas dentro do paragrafo nao faz sentido. Sao assunto que vc nao relacionou. Da um enter e separa em outro pargrafo que eu nao iria reclamar de nada e iria ate elogiar o texto uhauhahuauhau 




acho que e so isso X) fuizzzz

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Redação modelo ENEM - 2

Mensagem por Diego A em Sab 11 Jun 2016, 17:59

O fenômeno social dos jovens que se reúnem nos shoppings centers despertou a atenção da mídia e da sociedade nos últimos anos. Trata-se de uma problemática que ressuscita o embate sobre a exclusão sociocultural histórica no país e destaca a influência das mídias sociais nas manifestações do século XXI [problematização]. Com isso, surge o tema dos ''rolezinhos'' que, entre outros motivos, relaciona-se a fatores políticos que podem repercutir em questões culturais. [tese]


Não há dúvidas de que alguns problemas sociais ainda persistem no Brasil. Nos ''rolezinhos'', isso fica evidente na forma como alguns proprietários de shoppings centers lidam com a questão: proibindo a entrada de pessoas que não apresentam o esteriótipo de consumidores, ou na ausência de áreas urbanas públicas para o entretenimento e lazer. Diante disso, destaca-se também o papel da internet, principalmente as redes sociais, na organização de movimentos populares como ficou evidente nos encontros de jovens das periferias de São Paulo ou na Primavera Árabe, por exemplo.


Ainda nesse sentido, este fenômeno simboliza também a ineficácia do Estado na promoção de bem estar para as classes menos favorecidas. Segundo o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), o Brasil possui um dos piores indicadores de desigualdades na América Latina - como revela o seu baixo Índice de Desenvolvimento Humano Ajustado à Desigualdade (IDH-D). Nesse contexto, a produção cultural e artística também reflete as desigualdades na nação, como se verifica nas letras das canções do funk ostentação, as quais retratam o desejo de inserção em espaços e estilos de vidas distantes da realidade nas periferias.


Entende-se, portanto, que os ''rolezinhos'' é [são] fruto da continuidade de problemas socioeconômicos no país. A fim de atenua-lós, as esferas Executiva e Legislativa, podem criar políticas sociais que promovam inclusão, como cotas estudantis em eventos culturais, e[,] além disso, através de parcerias com a iniciativa privada, construir espaços públicos para o lazer e diversão nas zonas periféricas das cidades. Dessa forma, pode-se minimizar o problema da exclusão da juventude das classes menos favorecidas. 


_______________________
Tema: 120 pts
Desenvolve de forma adequada o tema, a partir de argumentação previsível e apresenta domínio adequado do tipo textual dissertativo-argumentativo.

Argumentação = 120 pts 
Apresenta informações, fatos, opiniões e argumentos pertinentes ao tema proposto, porém pouco organizados e relacionados de forma pouco consistente em defesa de seu ponto de vista. Sabe, eu gostei dos seus argumentos, mas estruturalmente eles não estão numa gradação legal.

Coesão: 160 pts
Articula as partes do texto, com poucas inadequações na utilização de recursos coesivos.
Você usa muitos conectivos de retomada, isso está deixando seu texto obsoleto. (marcados em verde)

Conclusão/Solução: 160 pts
Elabora proposta de intervenção relacionada ao tema e bem articulada à discussão desenvolvida no texto.

Norma: 200 pts
Demonstra excelente domínio da norma padrão, não apresentando ou apresentando escassos desvios gramaticais e de convenções da escrita.

Pontuação de 1000 pontos possíveis760
Aqui o link dos termos coesivos, dê uma olhada nos de causa e consequência, conformidade e temporalidade: 
https://docente.ifrn.edu.br/marcelmatias/Disciplinas/lingua-portuguesa-e-literatura-brasileira-1o-ano/quadro-de-elementos-coesivos-sequenciais
avatar
Diego A
Monitor
Monitor

Mensagens : 1385
Data de inscrição : 20/04/2016
Idade : 22
Localização : Cascavel - PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Redação modelo ENEM - 2

Mensagem por hugo araujo em Sab 18 Jun 2016, 14:31

Obrigado Jajacs e Diego Matheus.
Segue a reescrita.
         
            O fenômeno dos jovens das classes menos favorecidas que se reúnem nos shoppings centers despertou a atenção da sociedade nos últimos anos. Tal problemática coloca em evidência a exclusão socioeconômica histórica no país e a privatização dos espaços urbanos. Com isso, surge o tema dos '' rolezinhos '', o qual relaciona-se com fatores políticos e questões culturais.
            A exclusão socioeconômica é uma questão histórica no Brasil. Durante alguns anos do período Imperial, por exemplo, o voto era censitário, ou seja, atrelado à condição financeira. Hoje, o incômodo causado pelos ''rolezinhos'', evidencia  a segregação espacial urbana, a qual, cada vez mais,  reserva os ambientes para pessoas com melhores condições financeiras, como ocorre nas casas de shows ou nos shoppings centers . Diante disso, percebe-se que a exclusão social está presente também no acesso aos espaços urbanos. 
            Ainda nesse sentido, esse fenômeno simboliza também a ineficácia das políticas do Estado para promoção de bem estar. Faz parte da realidade do país a escassez de áreas públicas para lazer e entretenimento, embora, cresça o número de estabelecimentos privados. Por conta disso, os jovens das classes menos favorecidas buscam os espaços e os estilos de vida característicos do público que frequenta as zonas privadas, as quais são distantes das realidades nas periferias, como pode-se constatar nas letras das canções do funk ostentação. 
           Entende-se, portanto, que os ''rolezinhos'' estão ligados à continuidade dos problemas socioeconômicos no país. A fim de atenua-lós, as esferas Executiva e Legislativa, podem criar políticas sociais que promovam inclusão, como cotas estudantis em eventos culturais, e além disso, através de parcerias com a inciativa privada, podem construir espaços públicos para o lazer e diversão nas cidades e preservar as áreas que ainda resistem aos avanços das privatizações. Dessa forma, pode-se minimizar o problema da exclusão da juventude das classes menos favorecidas.


Última edição por hugo araujo em Sab 18 Jun 2016, 18:42, editado 2 vez(es)
avatar
hugo araujo
Estrela Dourada
Estrela Dourada

Mensagens : 1743
Data de inscrição : 12/04/2014
Idade : 24
Localização : Araçuaí, MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Redação modelo ENEM - 2

Mensagem por Convidado em Sab 18 Jun 2016, 14:53

Ainda discordo em muito do jogar a pobrezada para parte pobre da cidade construindo locais para separar as pessoas(como se o pobre não pudesse frequentar lugar de rico)...


Mas de resto(fora minha consciência de cidadão hehehe ) o texto está bem mais dentro do tema. Bom trabalho.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Redação modelo ENEM - 2

Mensagem por hugo araujo em Sab 18 Jun 2016, 15:29

Mais uma vez obrigado Jajacs.
Isso ainda está subentendido no texto ? Alterei a conclusão para não causar esse mau entendido. 

O pensamento que eu quis desenvolver, é a necessidade de revitalização das áreas públicas para lazer, entretenimento, práticas de esporte e exercícios físicos, para todas as classes.
 


Eu poderia desenvolver mais coisas sobre esse tema, mas o número de linhas impede isso. Mas como você tocou no assunto vou abordar aqui o que penso.


O Brasil é nitidamente um país de capitalismo tardio. A elite financeira aqui tem uma relação historicamente intrínseca com o poder público. Para se manterem no topo da pirâmide reproduzem diversos discursos ideológicos na sociedade, principalmente através da mídia, as quais são os detentores. Há exemplo, posso citar o velho discurso do '' só é catador de lixo porque não estudou '', como se todos tivessem as mesmas oportunidades para atingir os mesmos sonhos. 


Paralelo a isso, existe a necessidade de se isolarem nos ''enclaves fortificados urbanos'', pois na visão dos mesmos, pobreza e violência são sinônimos. É aqui que entra as discussões sobre os ''rolezinhos'', os shoppings centers no ''estilo brasileiro''  e as privatizações das áreas urbanas.


 Repare como só no Brasil os shoppings são áreas de multiuso e, atualmente, há uma tendência de associar o soppings as áreas dos condomínios fechados - hoje nesses estabelecimentos, você toma o seu café da manhã, faz acadêmia, almoça, janta, cinema, livraria, consultório médico, dentista... e de brinde compra alguma coisinha, isso tudo sob forte vigilância de câmeras, seguranças etc. 
 


Fica evidente que se trata de um isolamento social perverso, pois as pessoas que vivem nesse contexto não experimentam outras realidades, ou melhor, se fecham nos seus mundos. 


A ausência do estado, estimula as classes que não vivenciam esses espaços a quererem frequentá-los, incorporar esses estilos de vidas que ao longo dos últimos anos foi convencionado como referência. 


Ao mesmo tempo, outro discurso ideológico vem ganhando eco, '' trabalhe, estude e você chegará aqui '' o aqui é esse estilo de vida convencionado como o melhor.  


   
Portanto, não se trata de isolar as classes menos favorecidas, mas proporcionar a todos as coisas elementares para o desenvolvimento no convívio social.


Enquanto os discursos ideológicos serem uma constante no país, a política continuar sendo uma extensão de interesses privados e não coletivos o Brasil continuará sendo a eterna república do carnaval, do verão e do futebol (em baixa). 
avatar
hugo araujo
Estrela Dourada
Estrela Dourada

Mensagens : 1743
Data de inscrição : 12/04/2014
Idade : 24
Localização : Araçuaí, MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Redação modelo ENEM - 2

Mensagem por Convidado em Sab 18 Jun 2016, 16:16

"Dessa forma, pode-se minimizar o problema da exclusão da juventude das classes menos favorecidas." diminuindo a concentração em áreas sem estrutura adequadas  e promovendo inclusão  distribuindo essa demanda da melhor forma sem criar novos "apartheids" sociais

Resolvido :3 parcialmente. Claro que um tema sobre isso de exclusão social não seria má ideia huahuahua

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Redação modelo ENEM - 2

Mensagem por hugo araujo em Sab 18 Jun 2016, 16:27

O termo  "apartheids" sociais encaixaria bem nesse texto.

Mais uma vez obrigado Jajacs.
avatar
hugo araujo
Estrela Dourada
Estrela Dourada

Mensagens : 1743
Data de inscrição : 12/04/2014
Idade : 24
Localização : Araçuaí, MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Redação modelo ENEM - 2

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum