Fórum PiR2
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Taxação de livros no Brasil (Modelo Enem)

2 participantes

Ir para baixo

Taxação de livros no Brasil (Modelo Enem) Empty Taxação de livros no Brasil (Modelo Enem)

Mensagem por Roberto267 Qua 28 Abr 2021, 14:52

Tema: Problemas causados pela possível aprovação da proposta de taxação de livros no Brasil.
Eu gostaria que alguém desse sua opinião sobre essa redação modelo Enem. Desde já agradeço!

 O artigo 3º da Constituição Brasileira de 1988 prevê a redução da desigualdade social e promover o bem para todos como objetivos fundamentais da República. Contudo, ao observar a proposta de taxação de livros no Brasil, percebe-se que as pessoas de baixa renda não estão incluídas nos objetivos da República. Nesse contexto, esse cenário antagônico tem como consequência tanto a intensificação da segregação social quanto a alienação da população.

 Primeiramente, é importante ressaltar que a tributação de livros impede a mudança da atual pirâmide social. Tal afirmativa é válida ao analisar que o aumento de preço dos livros, gerado pela taxação, afetaria principalmente a classe mais pobre, devido a sua condição econômica. Dessa forma, as pessoas de baixa renda ficariam privadas da informação e conhecimento, que podem ser obtidos dos livros, que são uma maneira de ascender sua classe por meio, como exemplo, da formação acadêmica. Dessa forma, a tributação de livros impulsiona a segregação social, uma vez que dificulta a ascensão social.
 
 Por conseguinte a dificulta do acesso de livros para as classes menos privilegiadas, as pessoas desse grupo ficam expostas a alienação. Isso torna-se evidente pois, de acordo com o escritor António Lobo, um povo que lê nunca será escravo. Nessa ótica, as pessoas que não leem ficam desprovidas de muitas informações, o que facilita o seu controle, por exemplo, pelo governo e por empresas, tendo em vista que elas não tiveram acesso a obras escritas que informam e retratam o controle e alienação da população feita pela classe dominante.

 
 Portanto, medidas são necessárias para mitigar o impasse. Diante disso, a fim de reduzir a desigualdade social e a alienação da população, cabe ao Ministério da Educação – instância máxima responsável pelo assunto – defender a isenção de impostos sobre os livros, por meio do uso da Constituição, que protege o mercado de livros de pagar impostos. Desse modo, os objetivos da República previstos na Magna Carta tornam-se mais próximos da realidade.

Roberto267
iniciante

Mensagens : 41
Data de inscrição : 19/07/2019
Idade : 18
Localização : Guarulhos, Sp, Brasil

Ir para o topo Ir para baixo

Taxação de livros no Brasil (Modelo Enem) Empty Re: Taxação de livros no Brasil (Modelo Enem)

Mensagem por BatataLaranja345 Qui 29 Abr 2021, 13:56

Olá Roberto! Boa tarde!
Vamos iniciar a correção da sua redação! Analisando parágrafo por parágrafo!

I) Introdução:
-> "O artigo 3º da Constituição Federal Brasileira de 1988..."
Nesse trecho, eu não acho que seja problema nenhum não ter posto, porém, eu acrescentaria o "federal" em negrito. Só que, quando falamos da Constituição Brasileira, já é subentendido que será a federal. Logo, seria uma questão estética, apenas Wink.

-> "...desigualdade social e promover o bem..."
Nesse trecho, vc cometeu um pequeno erro de concordância aqui. O verbo promover não deve estar no infinitivo, portanto, o "r" marcado em negrito está cortado devido a esse motivo.

-> "... promover o bem estar para todos, como objetivos fundamentais da República ..."
Nesse daqui, eu acrescentaria o "estar", pois quando falamos sobre "bem estar do cidadão", englobamos tudo aquilo que é bom(e direito dele tbm). Portanto, eu usaria esse "estar".
E eu colocaria a vírgula em negrito tbm, pois a sua 1ª frase não apresentou nenhuma pausa, tanto na escrita, como na fala. E isso deve ser feito, pois tal uso melhora a sua formatação do texto.
Eu reescreveria o seu trecho da seguinte maneira, pois digamos que ele ficou mal formulado:
          "promove o bem estar para todos os cidadãos, sendo estes os objetivos fundamentais da República"
Creio que dessa maneira flui melhor! Wink

-> "... Nesse contexto, esse cenário antagônico tem como consequência tanto a intensificação da segregação social quanto a alienação da população."
Nesse trecho, tbm tivemos um problema... Portanto, iremos reescreve-lo da seguinte maneira:
           "Nesse contexto, esse cenário antagônico tem como consequências: tanto a intensificação da segregação social, quanto a alienação da população."

-> Gostei da sua contextualização sobre a Constituição. Porém, te alerto para tomar cuidado com os tópicos que comentei acima! Vamos para o seu segundo parágrafo! Wink

II) 1º Parágrafo de Desenvolvimento:
-> O seu 2º parágrafo está bom! Porém, eu reescreveria ele da seguinte maneira, pois ainda temos uns pequenos desencontros de sentido. É como se não tivesse ficado bom, sabe?! Tipo, vc escreve algo, ai vc lê e lê de novo, e vc percebe que podia ficar melhor... então, iremos reescreve-lo! Mas lembre-se que se vc não achar necessário, não precisa reescreve-lo Wink

       -> "Tal afirmativa é válida ao analisar que o aumento de preço dos livros, gerado pela taxação, afetaria principalmente a classe mais pobre, devido a sua condição econômica. Dessa forma, as pessoas de baixa renda ficariam privadas da informação e conhecimento, que podem ser obtidos dos livros, que são uma maneira de ascender sua classe por meio, como exemplo, da formação acadêmica. Dessa forma, a tributação de livros impulsiona a segregação social, uma vez que dificulta a ascensão social." <-

                                  ↓                ↓                 ↓                  ↓                ↓
      -> Tal afirmativa é válida ao analisar que o aumento dos preços dos livros, gerado pela taxação (I), afeta principalmente a classse mais pobre, devido a sua condição econômica. Dessa forma, as pessoas de baixa renda ficam privadas da informação e conhecimento, que podem ser obtidos pelos livros, que são uma maneira de ascender na hierarquia social (II) por meio da formação acadêmica, por exemplo.



Eu pontuei o (I) e o (II), pois eu queria que vc pensasse no seguinte:
No (I) eu colocaria algo do tipo: ... gerado pela taxação irracional/incongruente/incompreensível, pois acho que isso dá mais ênfase. Mas vc adiciona se quiser Wink
No (II), eu coloquei hierarquia social, pois acho que fica melhor, com mais formalidade. Mas vc adiciona também se quiser! Wink

->  Novamente, gostei do seu 2º parágrafo! Bom uso das palavras, apenas atente-se ao oq eu pontuei acima! Vamos para o 3º!
Vamo que vamo! cheers

III) 2º Parágrafo de Desenvolvimento:
-> "Por conseguinte, a dificulta do acesso..."
Nessa primeira parte, eu colocaria a vírgula que botei ali em negrito, pois quando adicionamos um conectivo de adição de ideias, o ideal é por uma pontuação! No seu caso, como vc iniciou um parágrafo, seria bom vc por uma vírgula! Ok?!  Very Happy 

-> "... a dificulta do acesso de livros para as classes menos privilegiadas, as pessoas desse grupo ficam expostas a alienação ..."
Nesse trecho, eu digo para vc que ficou meio confuso. Então irei reescrever e vc vê oq vc quer mudar!
            "... a dificulta das classes menos privilegiadas para o acesso aos livros, deixa estas expostas a alienação ..."

-> Curti o seu 3º parágrafo tbm! E gostei bastante da sua contextualização com o António Lobo! Vamos para o seu último!

IV) Conclusão:

-> "... por meio do uso da Constituição ..."
Lembre-se que quando citamos a Constituição, devemos colocar sua data! Wink


Fechamos sua correção! Gostei bastante da sua redação, porém, dê uma olhadinha nos pontos que coloquei!
Um grande abraço! cheers
BatataLaranja345
BatataLaranja345
Mestre Jedi
Mestre Jedi

Mensagens : 656
Data de inscrição : 09/07/2020
Idade : 16
Localização : Rio de Janeiro

Ir para o topo Ir para baixo

Ir para o topo


 
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos