Fórum PiR2
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

A desvalorização do trabalho voluntário (Modelo Enem)

2 participantes

Ir para baixo

A desvalorização do trabalho voluntário (Modelo Enem) Empty A desvalorização do trabalho voluntário (Modelo Enem)

Mensagem por Roberto267 Ter 20 Abr 2021, 20:36

Tema: A desvalorização do trabalho voluntário no Brasil
O que acharam da redação? Me baseei nas redações que vi no fórum.


 O artigo 3º da Constituição Brasileira prevê a construção de uma sociedade justa e solidária como objetivo fundamental da República. Contudo, ao observar a desvalorização do trabalho voluntário, percebe-se que os direitos previstos na Constituição não saíram do papel. Esse cenário antagônico é fruto tanto do modelo econômico vigente quanto da educação deficitária.
 
 Mormente, é importante ressaltar que o sistema econômico atual não valoriza ações que não visam o interesse individual. De acordo com o pensamento marxista, a base da sociedade é a economia e ela molda o comportamento humano. Nessa lógica, em uma sociedade em que se predominam as relações de lucro e interesse, as pessoas que realizam trabalhos voluntários são desvalorizadas, tendo em vista que não estão ganhando dinheiro com essa atividade.
 
 Outrossim, é válido salientar que a falta de conhecimento sobre a importância do trabalho voluntário impulsiona a problemática. Segundo Paulo Freire, a escola tem o dever de não só ensinar os conteúdos técnicos, mas também de desenvolver a capacidade crítica e analítica que permitem – aos alunos – entender e mudar a realidade. Dessa forma, torna-se evidente que a diretriz das escolas brasileiras vai de encontro à premissa freiriana, já que não instrui os estudantes quanto a importância do trabalho voluntário, o que resulta em um desprezo do ramo.
 
 Portanto, medidas são necessárias para mitigar o impasse. A fim de valorizar o trabalho voluntário, cabe ao Ministério da Cidadania informar a população sobre o trabalho voluntário, por meio de propagandas na televisão e em redes sociais. Essas propagandas visam informar como essa atividade é importante tanto para a cidadania quanto para o meio ambiente, uma vez que promovem a solidariedade e muitas vezes o cuidado com o meio ambiente. Dessa forma, o que é preconizado na Constituição Brasileira se tornará uma realidade.

Roberto267
iniciante

Mensagens : 41
Data de inscrição : 19/07/2019
Idade : 18
Localização : Guarulhos, Sp, Brasil

Ir para o topo Ir para baixo

A desvalorização do trabalho voluntário (Modelo Enem) Empty Re: A desvalorização do trabalho voluntário (Modelo Enem)

Mensagem por BatataLaranja345 Qua 21 Abr 2021, 15:02

Olá Roberto! Uma boa tarde para vc!
Vamos iniciar sua correção juntos! cheers

I) Introdução:
-> "O artigo 3º da Constituição Brasileira prevê ..."
O ideal, Roberto, é sempre citar a data da Constituição, ok?!
Claro, todos sabemos que seria a mais recente, que é a de 1988.
Mas é sempre bom citar! Wink

-> "... Constituição não saíram do papel. Esse cenário ..."
Nesse trecho, eu te recomendo usar um conectivo de ideias, algo muito bom, principalmente quando queremos adicionar ideias, porém, precisamos fazer frases, no seu caso, terminar uma e iniciar outra. Logo, vou por alguns aqui para vc:
"Nesse contexto"; "Nesse aspecto"; "Sob essa otica"; "Sob essa análise"
Eu reescreveria, da seguinte maneira:
            ... Constituição não saíram do papel. Sob essa ótica, esse cenário antagônico ...


Obs.: não esqueça a vírgula, caso vc vá substituir Wink

-> "Esse cenário antagônico é fruto, tanto do modelo econômico vigente, quanto da educação deficitária."
Nessa parte, eu colocaria vírgulas, onde botei em negrito.
Pois, tente sempre imaginar que o seu texto pode ser lido para uma plateia; logo, se vc falar frases grandes, e sem ter uma pausa na sua fala(no caso, feita pela pontuação), isso pode desgastar o seu texto. E o mesmo ocorre quando este é escrito. Portanto, sempre atente-se a isso Smile

-> Gostei da sua introdução! Citou a Constituição Brasileira como forma de contextualização e apresentou os seus pontos de vista no final! cheers
Vamos seguir para o seu 1º parágrafo de desenvolvimento:

II) 1º Parágrafo de Desenvolvimento:
-> "Mormente, ..."
Olha, essa palavra é meio desgastada... Claro que, não há problema nenhum em usa-la.
Porém, há corretores que não gostam desse tipo de uso, pois parece que a pessoa que fez a prova decorou certas palavras para usar. Não sei muito bem como é no ENEM, mas por exemplo, nos Concursos Militares, eles são bem rígidos com relação a esse uso.
Logo, te recomendo(se vc não quiser troca, não há problema nenhum, pois essa palavra não atrapalha o sentido do seu parágrafo) a usar uma outra, um sinônimo seria bom!

-> "... trabalhos voluntários são se tornam desvalorizadas ..."
Não concordo muito bem com o uso de "são"... até pq da ao entender que elas sempre são desvalorizadas nessa lógica marxista. Porém, cabe uma brecha nesse pensamento, pois:
 1. Essa relação sempre ocorreu mesmo nessa sociedade feita de exemplo?
Pois, para um corretor, ele pode pensar que: ou as pessoas que realizam o trabalho voluntário já são assim, desvalorizadas(e isso pode ser um problema), ou então que elas foram se tornando desvalorizadas(o que eu acho melhor no contexto em questão). Logo, pense direitinho ai e troque, se quiser, pela locução colocada em negrito! Wink

-> Gostei do seu 1º parágrafo de desenvolvimento! Principalmente pelo uso do pensamento marxista, algo que trás um bônus a mais de argumento na sua redação, assim como qualquer outro pensamento filosófico!
É sempre bom usar esse método cheers
Vamos seguir para o seu 3º parágrafo!

III) 2º Parágrafo de Desenvolvimento:
-> "Outrossim, ..."
Eita, outra palavra antiga kkkkk
Mesma ideia da que eu citei acima; use se quiser claro, mas lembre-se que há corretores que não gostam, e nem banca também. Caso queira trocar, coloque um sinônimo Wink

-> "... Dessa forma, torna-se evidente que a diretriz das escolas brasileiras vai de encontro à premissa freiriana ..."
Não consegui entender bem esse trecho seu... vc quis dizer que o ensinamento das escolas brasileiras segue a linha de pensamento de Paulo Freire? Ou não?
Pq se sim, vc se contradiz na frase seguinte.
Pq se não, recomendo vc reformular esse trecho!

-> Gostei do seu 2º parágrafo de desenvolvimento. Principalmente, novamente, pela citação do estudioso Paulo Freire; o que ajuda o seu texto em mais um quesito argumentativo! cheers
Vamos seguir para o seu último parágrafo e fechamos.

IV) Conclusão:
-> "... mitigar o impasse. A fim de valorizar ..."
Aqui, novamente, eu usaria outro conectivo de adição de ideias. Para que não fique parecendo duas cordas soltas... Recomendo que vc use alguns do que eu citei acima! Wink

-> "... o que é preconizado na Constituição Brasileira se tornará ..."
Esse termo... "preconizado"... não acho que seja bom nesse trecho.
Até pq, quando falamos sobre a Constituição, estamos falando de ornamentos a serem seguidos, e, em tese, segue quem quiser, e quem não quiser, não precisa. Porém, se não seguir, leva punição.
Por isso pesquisei o que significaria preconizado, e encontrei que seria, meio que, um conselho.
Não sei se foi isso que vc quis dizer nessa parte... mas se foi, não concordo muito, mas fica ao seu critério decidir se troca ou não!


Bom, finalizamos por aqui!
Sua redação está muito boa! Principalmente pela suas citações e seus argumentos.
Claro, não sou formado em nada, então se vc não concordar com algum ponto meu, pode dizer, ou então não precisa seguir! Apenas tento ajudar os amigos do fórum com oq eu aprendi!
Qualquer coisa, não deixe de pontuar!

Vlw e grande abraço! cheers
BatataLaranja345
BatataLaranja345
Mestre Jedi
Mestre Jedi

Mensagens : 648
Data de inscrição : 09/07/2020
Idade : 16
Localização : Rio de Janeiro

Roberto267 gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Ir para o topo


 
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos