Fórum PiR2
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

(UEPG - 2019.2) Roma

2 participantes

Ir para baixo

(UEPG - 2019.2) Roma  Empty (UEPG - 2019.2) Roma

Mensagem por eivitordias Qua 27 Jan 2021, 16:31

A escravidão marcou, de forma indelével, a história de muitas sociedades na Antiguidade. Gregos e romanos estão entre os povos que se valeram do trabalho escravo sistemático. A respeito desse tema, assinale o que for correto.

01) Em Atenas, os escravos foram utilizados em diferentes funções. Com um modelo de escravidão bastante peculiar, era permitido, inclusive, que os escravos tivessem renda própria e a utilizassem para comprar a própria liberdade.
02) A relação entre senhores e escravos em Roma era tão equilibrada a ponto de não existirem registros de revoltas ou atos de resistência por parte dos escravos. A não utilização de castigos físicos e o direito à compra da própria liberdade explicam tal situação.
04) Esparta possuía uma legislação considerada progressista com relação aos seus escravos. Nessa cidade-Estado grega, os escravos não eram vistos como propriedade do Estado ou de senhores e podiam ocupar cargos públicos como, por exemplo, o de juízes e de sacerdotes.
08) No caso dos romanos, era permitido aos escravos a compra da própria liberdade, no entanto, era proibido que os ex-escravos exercessem qualquer cargo público

GABARITO:
01


DÚVIDA: O que torna o item 08 falso? 
eivitordias
eivitordias
Jedi
Jedi

Mensagens : 302
Data de inscrição : 07/04/2020
Localização : Santa Catarina, Brasil

Ir para o topo Ir para baixo

(UEPG - 2019.2) Roma  Empty Re: (UEPG - 2019.2) Roma

Mensagem por Thiago Ber Qui 28 Jan 2021, 16:07

Boa tarde, Eivitordias! 
Em relação à alternativa n.08 e o seu respectivo erro, devemos pensar um pouco no contexto da escravidão durante o período da Roma antiga:
Primeiramente, é essencial lembrar que o sistema econômico Romano possuía suas raízes fundamentalmente no sistema escravista. Durante o auge do império romano no século III e o seu expansionismo nas fronteiras bárbaras que existiam ao redor de Roma, a maior parte dos escravos que trabalhavam na cidade dos romanos eram, no geral, prisioneiros que foram capturados durante conflitos de guerra e batalhas advindas do próprio expansionismo.
Logo, a maior parte destes escravos era submetida a trabalhos intermináveis nos setores rurais e no colonato. A partir daí, você já deve imaginar a dificuldade iminente que era para sair desse padrão de vida, uma vez que os escravos não possuíam meios de conquistar a sua liberdade através da força de vontade e através do trabalho. Em alguns contextos específicos (predominantemente nas exceções), quando um escravo conseguia comprar a sua liberdade ou adquiri-la de alguma forma, este tornava-se então um cidadão romano, podendo então a partir daí ''''conquistar'''' um cargo público ou alguma outra profissão (com muitas aspas, até porque devemos lembrar que a sociedade romana possuía uma visão muito imperialista, isso significa que um ex-escravo ocupando os cargos dos Patrícios- classe social mais rica da sociedade romana, era um fator de grande impossibilidade).
Espero ter-lhe ajudado. Conte comigo!
Thiago Ber
Thiago Ber
Padawan
Padawan

Mensagens : 61
Data de inscrição : 09/11/2020
Idade : 20
Localização : Rio Grande do Sul

eivitordias e estudePerseu gostam desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Ir para o topo


 
Permissões neste fórum
Você não pode responder aos tópicos