Fórum PiR2
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

A exploração trabalhista na sociedade moderna

2 participantes

Ir para baixo

A exploração trabalhista na sociedade moderna Empty A exploração trabalhista na sociedade moderna

Mensagem por nahgsx Seg 27 Set 2021, 10:52

Oi, pessoal! Podem corrigir a minha redação? Eu achei esse tema meio difícil, perdoem os possíveis erros. Shocked 

A exploração trabalhista na sociedade moderna.

   Durante séculos da história da humanidade, a escravidão fez incontáveis vítimas, e a posterior abolição legal dessa prática desumana gerou grandes mudanças. No entanto, nota-se, desde então, que a estrutura básica da sociedade - marcada pela exploração dos mais vulneráveis - permaneceu a mesma, dado o continuísmo da exploração trabalhista na sociedade moderna. Posto isso, faz-se necessário analisar o fato de que a indiferença das grandes empresas frente à condição humana do trabalhador e as desigualdades sociais contribuem para esse cenário.
   É indubitável que inúmeras empresas negligenciam a condição humana dos trabalhadores em razão do lucro, o que corrobora a constatação do sociólogo Karl Marx, de que a economia é a base da sociedade e ela molda o comportamento humano. Nesse sentido, inúmeros entregadores, terceirizados por empresas como Ifood, Rappi e Uber Eats, ficam, frequentemente, submetidos a situações precárias de trabalho, uma vez que tais empresas optam por não estabelecerem vínculo empregatício com os trabalhadores, na tentativa de se isentarem de responsabilidades trabalhistas, além de aumentarem seus lucros e, assim, esses entregadores ficam totalmente desamparados: não recebem por horas extras, podem trabalhar muito mais do que o previsto em lei, não têm direito a férias e nem a seguro-desemprego. Desse modo, percebe-se que a máxima de lucro acima da vida rege o comportamento dessas empresas e deixa, por conseguinte, os trabalhadores expostos a situações degradantes de exploração. 
   Além disso, é notável que as  desigualdades sociais atuam como propulsor da exploração trabalhista, o que, segundo Rousseau, evidencia que a desigualdade é a fonte primeira de todos os males sociais e a origem primordial dos problemas da sociedade. Nessa perspectiva, observa-se que a grande concentração de renda sobre o domínio de poucos resulta na existência de uma sociedade em que uma minoria usufrui de riquezas e à massa é reservada uma condição de vulnerabilidade e, em função disso, inúmeros indivíduos são obrigados a se sujeitarem a situações de exploração trabalhista, já que não possuem outros meios de subsistência, dada a condição de fragilidade econômica em que se encontram. Sendo assim, é evidente que ocorre, na sociedade contemporânea, uma relação de submissão entre os mais frágeis economicamente e aqueles que desfrutam de privilégios, o que impacta direta e negativamente as relações de trabalho. 
   Portanto, cabe ao Governo Federal - órgão máximo do Poder Executivo - tornar obrigatório o estabelecimento de vínculo empregatício entre empresas e trabalhadores que prestam serviços a elas de maneira não eventual. Isso deve ser feito por meio da criação de leis institucionalmente válidas, criadas com o apoio do Ministério do Trabalho, com o intuito de promover maior dignidade aos trabalhadores e garantir a proteção desses legalmente. Ademais, é necessário que o mesmo órgão destine mais verbas nas áreas sociais, como educação, saúde e capacitação profissional, com o intuito de reduzir a desigualdade social entre a população. Dessa forma, o legado de exploração humana, deixado pelo período escravocrata, começará, paulatinamente, a ser apagado da realidade da sociedade moderna.

Essa redação ficou grandona pq eu escrevi no bloco de notas, aí perdi um pouco a noção do tamanho kklk. vou passar pra folha com uma letra minúscula e ver se cabe

nahgsx
Recebeu o sabre de luz
Recebeu o sabre de luz

Mensagens : 176
Data de inscrição : 13/02/2020

Ir para o topo Ir para baixo

A exploração trabalhista na sociedade moderna Empty Re: A exploração trabalhista na sociedade moderna

Mensagem por _Arthur_ Ter 28 Set 2021, 10:46

Durante séculos da história da humanidade, a escravidão fez incontáveis vítimas, [o sujeito (escravidão) é o mesmo, então essa vírgula não deveria estar aqui] e a posterior abolição legal dessa prática desumana gerou grandes mudanças. No entanto, nota-se, desde então, que a estrutura básica da sociedade - marcada pela exploração dos mais vulneráveis - permaneceu a mesma, dado o continuísmo da exploração trabalhista na sociedade moderna. Posto isso, faz-se necessário analisar o fato de que a indiferença das grandes empresas frente à condição humana do trabalhador e as desigualdades sociais contribuem para esse cenário.
   É indubitável que inúmeras empresas negligenciam a condição humana dos trabalhadores em razão do lucro, o que corrobora a constatação do sociólogo Karl Marx, [não há vírgula aqui] de que a economia é a base da sociedade e ela [não há necessidade do termo "ela" aqui. Tome cuidado com esses elementos de retomada desnecessários, pois eles tiram ponto na competência 4] molda o comportamento humano. Nesse sentido, inúmeros entregadores, terceirizados por empresas como Ifood, Rappi e Uber Eats [bote cada um desses nomes entre aspas], ficam, frequentemente, submetidos a situações precárias de trabalho, uma vez que tais empresas optam por não estabelecerem vínculo empregatício com os trabalhadores, na tentativa de se isentarem de responsabilidades trabalhistas, além de aumentarem seus lucros e, assim, esses entregadores ficam totalmente desamparados: não recebem por horas extras, podem trabalhar muito mais do que o previsto em lei [não, eles não podem. O que ocorre é que, não raro, eles são impelidos a isso], não têm direito a férias e nem [no elemento "nem" já está embutido o termo "e". Portanto, "e nem" é pleonasmo. Bote apenas "nem".] a seguro-desemprego. Desse modo, percebe-se que a máxima de lucro acima da vida rege o comportamento dessas empresas e deixa, por conseguinte, os trabalhadores expostos a situações degradantes de exploração. 
   Além disso, é notável que as  desigualdades sociais atuam como propulsor [propulsoras] da exploração trabalhista, o que, segundo Rousseau, evidencia que a desigualdade é a fonte primeira de todos os males sociais e a origem primordial dos problemas da sociedade. Nessa perspectiva, observa-se que a grande concentração de renda sobre o domínio de poucos resulta na existência de uma sociedade em que uma minoria usufrui de riquezas e à massa é reservada uma condição de vulnerabilidade e, em função disso, inúmeros indivíduos são obrigados a se sujeitarem a situações de exploração trabalhista, já que não possuem outros meios de subsistência, dada a condição de fragilidade econômica em que se encontram. Sendo assim, é evidente que ocorre, na sociedade contemporânea, uma relação de submissão entre os mais frágeis economicamente e aqueles que desfrutam de privilégios, o que impacta direta e negativamente as relações de trabalho dignas. 
   Portanto, cabe ao Governo Federal - órgão máximo do Poder Executivo  [estou com receio de usar esse detalhamento, pois é como se apenas falássemos um segundo nome do Governo Federal, não um detalhamento exatamente. Vamos trocar esse detalhamento coringa por outro, no caso, por um mais parecido com o presente no Manual do Corretor, para ficarmos mais seguros.]Botemos, então, uma função do Governo Federal:[enquanto garantidor dos interesses públicos] - tornar obrigatório o estabelecimento de vínculo empregatício entre empresas e trabalhadores que prestam serviços a elas de maneira não eventual. Isso deve ser feito por meio da criação de leis institucionalmente válidas, criadas com o apoio do Ministério do Trabalho, com o intuito de promover maior dignidade aos trabalhadores e garantir a proteção desses legalmente. Ademais, é necessário que o mesmo órgão destine mais verbas nas áreas sociais, como educação, saúde e capacitação profissional, com o intuito de reduzir a desigualdade social entre a população. Dessa forma, o legado de exploração humana, deixado pelo período escravocrata, começará, paulatinamente, a ser apagado da realidade da sociedade moderna. [período curto]
E aí, o texto coube em 30 linhas?
_Arthur_
_Arthur_
Mestre Jedi
Mestre Jedi

Mensagens : 949
Data de inscrição : 10/05/2014
Idade : 24
Localização : Guacui - ES

Ir para o topo Ir para baixo

A exploração trabalhista na sociedade moderna Empty Re: A exploração trabalhista na sociedade moderna

Mensagem por nahgsx Ter 28 Set 2021, 20:19

Oi, Arthur! Obrigada pelas correções!! 

Ali na introdução eu fiquei em dúvida, mas achei que eram dois sujeitos diferentes (escravidão e abolição) Mad
Na redação do ano passado eu acho que usei esse detalhamento na conclusão e eles não tiraram ponto não, viu? Mas melhor prevenir, né. Esses corretores são meio imprevisíveis.

nahgsx
Recebeu o sabre de luz
Recebeu o sabre de luz

Mensagens : 176
Data de inscrição : 13/02/2020

Ir para o topo Ir para baixo

A exploração trabalhista na sociedade moderna Empty Re: A exploração trabalhista na sociedade moderna

Mensagem por nahgsx Ter 28 Set 2021, 20:27

@_Arthur_ escreveu:
E aí, o texto coube em 30 linhas?

Eu ainda não passei pra folha, estava esperando pra ver se eu tinha feito alguma coisa errada, aí não precisa ficar apagando kkkkk
Mas, aparentemente, terei que esperar por alguma intervenção divina pra esse texto caber em 30 linhas. As redações que ficam mais pequenas já não cabem, imagina essa. Very Happy

nahgsx
Recebeu o sabre de luz
Recebeu o sabre de luz

Mensagens : 176
Data de inscrição : 13/02/2020

Ir para o topo Ir para baixo

A exploração trabalhista na sociedade moderna Empty Re: A exploração trabalhista na sociedade moderna

Mensagem por _Arthur_ Ter 28 Set 2021, 20:39

"abolição legal dessa prática". Abolição de qual prática? Da escravidão. 

É que na redação do ENEM você fez como agora: botou esse detalhamento do agente e, por fim, botou esse período final que funciona como detalhamento do efeito. Só que como agora estou implicando com esse período final, já que comumente ele fica curto, só haverá o detalhamento do agente caso você de fato pare de usar esse período final. Então o detalhamento do agente precisa segurar o rojão sem ter outro detalhamento dando cobertura. Hehe!
_Arthur_
_Arthur_
Mestre Jedi
Mestre Jedi

Mensagens : 949
Data de inscrição : 10/05/2014
Idade : 24
Localização : Guacui - ES

nahgsx gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

A exploração trabalhista na sociedade moderna Empty Re: A exploração trabalhista na sociedade moderna

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Ir para o topo Ir para baixo

Ir para o topo


 
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos