Olá companheiro de fórum!



- queira, por favor, ler os regulamentos e postar de acôrdo com eles.


- observe que existem diversas seções e coloque sua questão no local correto.


- abra um tópico para cada questão - uma questão por tópico

Seja bem vindo!

Nùmero de Avogradro (dúvida histórica)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Nùmero de Avogradro (dúvida histórica)

Mensagem por Felipe Barros em Seg Jul 07 2014, 23:34

O que levou Avogadro a criar a hipótese de que "volumes iguais de qualquer gás, desde que possuam mesma temperatura e mesma pressão, apresentam o mesmo número de moléculas"? Ele elaborou essa hipótese apenas guiado pela "intuição" ou havia evidências apontando nesse sentido?


Última edição por Felipe Barros em Ter Jul 08 2014, 08:25, editado 1 vez(es)

Felipe Barros
iniciante

Mensagens : 11
Data de inscrição : 20/06/2014
Idade : 29
Localização : Fortaleza, Ceara

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nùmero de Avogradro (dúvida histórica)

Mensagem por Stella Santos em Ter Jul 08 2014, 03:44

Boa pergunta !! Acontece que nos livros ( pelos menos o que eu tenho de Quimica : Feltre e também Usberco/Salvador) comentam apenas que ele chegou a essa hipotese por meio de experiências realizadas pelo mesmo , mas nao especifica tais experiências .

Dando uma olhada pela internet , o màximo que encontrei foi :

Até o início do século passado, os cientistas já haviam adquirido uma razoável quantidade de informações sobre as reações químicas observadas entre os gases. O célebre físico italiano Amedeo Avogadro (1776-1856), baseando-se em tais informações e em resultados de experiências realizadas por ele próprio, formulou, no ano de 1811, uma hipótese extremamente importante, relacionando o número de moléculas existentes em duas amostras gasosas. Segundo Avogadro, se tomarmos dois recipientes, de mesmo volume, contendo gases diferentes, ambos à mesma temperatura e pressão, o número de moléculas contidas em tal recipiente deverá ser o mesmo. Posteriormente, um grande número de confirmações experimentais desta lei fizeram com que ela passasse a ser conhecida como Lei de Avogadro.

Uma das verificações desta lei pode ser feita quando analisamos, em um laboratório, a decomposição de alguns gases. Tomemos, por exemplo, volumes iguais de HCl (ácido clorídrico), H2O (água), NH3 (amônia) e CH4 (gás metano), sob a forma gasosa, à mesma pressão e temperatura. De acordo com a lei de Avogadro, as três amostras dos gases considerados devem ter o mesmo número, N, de moléculas. Decompondo estes gases e recolhendo o hidrogênio liberado em cada amostra, deveríamos, então, obter: para o HCl, N átomos de H; para o H2O, 2N átomos de H; para o NH3, 3N átomos de H; e para o CH4, 4N átomos de H. A experiência confirma este resultado, pois, enquanto recolhe-se uma massa m de hidrogênio na decomposição do HCl, verifica-se que uma massa 2m é recolhida na decomposição H2O, uma massa 3m na decomposição do NH3 e uma massa 4m na decomposição do CH4.


Espero ter ajudado ^^

Stella Santos
Recebeu o sabre de luz
Recebeu o sabre de luz

Mensagens : 103
Data de inscrição : 30/03/2014
Idade : 22
Localização : Provins - França

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum