Olá companheiro de fórum!



- queira, por favor, ler os regulamentos e postar de acôrdo com eles.


- observe que existem diversas seções e coloque sua questão no local correto.


- abra um tópico para cada questão - uma questão por tópico

Seja bem vindo!

Experiência do Tubo de Crookes

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Experiência do Tubo de Crookes

Mensagem por Christian M. Martins em Dom Mar 22 2015, 12:24

E aí, gente.

Tô intrigado com uma experiência: a do tudo de Crookes.

Eu sei que a experiência contribuiu com J. J. Thomson no desenvolvimento da sua teoria atômica, a famosa "Pudim de Passas", sei como funciona a teoria dele e até entendo como a experiência de Crookes ajudou no seu desenvolvimento (provando a existência de uma partícula de carga positiva, maior, e partícula negativa, menor).

Agora: como funciona a experiência? Porque ocorre luminescência? O que os gases tem haver?

Obrigado, gente! Very Happy

Christian M. Martins
Monitor
Monitor

Mensagens : 3625
Data de inscrição : 15/09/2014
Idade : 19
Localização : Rio Grande do Sul

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Experiência do Tubo de Crookes

Mensagem por Mimetist em Dom Mar 22 2015, 14:12

Existe um processo denominado avalanche de elétrons(ou de Townsend) que consiste no seguinte: um meio gasoso, sob influência de um campo elétrico suficientemente grande, possui gases ionizados e portanto, apresenta elétrons livres. Os íons, acelerados pelo campo elétrico, colidem com outros átomos ou moléculas, gerando mais íons (e elétrons), de forma a gerar uma reação em cadeia.

No caso do tubo de Crookes, o tubo é parcialmente evacuado, feito de vidro e possui cátodo e ânodo. 
Quando a ddp é aplicada sobre o tubo, para cátodo partem íons positivos que colidem: com outras moléculas de gás, de acordo com o processo descrito acima e, com o eletrodo, ocasionando a liberação de um grande fluxo de elétrons. Estes, são acelerados em direção ao ânodo e foram denominados raios catódicos.

Como o recipiente está sob o efeito de uma grande tensão elétrica aplicada, os elétrons adquirem grande energia em seu percurso e muitos, ao invés de diretamente chegarem ao ânodo, atingem o vidro. Nessa condição, as moléculas do vidro ganham energia de maneira a produzir uma transição eletrônica onde, no retorno (da transição), liberam energia apresentando o fenômeno da fluorescência.

Mimetist
Matador
Matador

Mensagens : 460
Data de inscrição : 14/03/2015
Idade : 23
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Experiência do Tubo de Crookes

Mensagem por Christian M. Martins em Seg Mar 23 2015, 00:46

Mas então eu sempre tive um conceito errado sobre o modelo atômico de Thomson!

Ele já compreendia a formação de íons e transferência de elétrons, simplesmente não conhecia as diferentes camadas energéticas e os "espaçamentos" presentes entre o núcleo de carga positiva e as partículas circundantes de carga negativa, pelo jeito.

Interessante.

Valeuzão. Very Happy

____________________________________________
"Did you ever stop to notice
All the children dead from war
Did you ever stop to notice
This crying Earth, these weeping shores"

- Michael Jackson

Christian M. Martins
Monitor
Monitor

Mensagens : 3625
Data de inscrição : 15/09/2014
Idade : 19
Localização : Rio Grande do Sul

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum