Olá companheiro de fórum!



- queira, por favor, ler os regulamentos e postar de acôrdo com eles.


- observe que existem diversas seções e coloque sua questão no local correto.


- abra um tópico para cada questão - uma questão por tópico

Seja bem vindo!

Militar

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Militar

Mensagem por WernerHeisen em Qui Set 29 2016, 00:03

Por que muitas pessoas reclamam dos militares? A maioria dos meus professores reclamam:
se aposentam com 45, não fazem nada, etc.
Mas eles não se aposentam...

Desde que me entendo por gente quero servir a algo maior. 
Eu trabalhava desde os 12 anos com meu cunhado, mas nunca estudava sério.
Tudo mudou quando vi a propaganda do Instituto Tecnológico da Aeronáutica no final do ano passado. Foi como se corresse um filme na minha cabeça.
Desde então decidi fazer isso.

Conheço o fórum de poucas visitas, mas não me tornei constante porque estudava de manhã e trabalhava até às 10 da noite.
Agora que consegui sair do meu emprego e mudar de cidade para me dedicar, eu espero alcançar meu objetivo.
Cada experiência do dia-a-dia deve servir como aprendizado, senão, pra que ocorrerem?
Pessoas nascem com um destino, ele nos manda mensagens, mas só o seguimos quando o entendemos.
Aguardo suas respostas. Obrigado!

WernerHeisen
Padawan
Padawan

Mensagens : 69
Data de inscrição : 28/09/2016
Idade : 17
Localização : Curitiba

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Militar

Mensagem por Convidado em Qui Set 29 2016, 00:44

Deve ser inveja deles. Não lutam por nada e querem que os outros não lutem. xD

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Militar

Mensagem por rihan em Qui Set 29 2016, 01:28

Geralmente os imbecis criticam o que não conhecem.

Ou não gostam ou gostam do desconhecido, ou acham isso e aquilo sem a menor condição de opinar, e opinam por ter ouvido falar, ou visto em algum lugar...

O GIA, Grau de Imbecilidade Absoluta, inclusive, utiliza essas pessoas como referenciais padrões para o limiar superior do dito índice.

Sempre vão existir. A natureza é assim e ponto.

Em qualquer época e em qualquer lugar do mundo, como sempre repito, os militares sempre foram e denotaram excelência em quase todas as áreas do conhecimento e das atividades humanas.

Por um motivo bem simples: ou se é assim ou morre.

A necessidade é a mãe de quase tudo...

A Engenharia Militar sempre existiu. A hoje Engenharia dita Civil, para se contrapor à Militar, é moderninha, tem menos de 2 séculos, bem pouco tempo, é a versão "Paz e Amor" (nem tanto) de sua mãe prolífica.

Quase que a totalidade de avanços científicos são provenientes das elites militares.

Nos períodos de guerras e de pós- guerras sempre houve saltos gigantescos nas Artes (Técnicas), no Conhecimento em geral, no que hoje erradamente chamamos de Tecnologias.

E a consequência disso é óbvia: os militares TÊM que ter ou tentar ter as melhores escolas do mundo,  e isso sempre, pois é dali que vão sair os que, além de pensar, estudar, inventar, obedecer e  respeitar os valores morais e éticos primordiais da Nação, estão dispostos a morrer por Ela.

Werner, o seu depoimento de vida, a realidade que você já viveu, certamente é, como você mesmo disse e sabe, uma super escola.

Continue assim, sem esmorecer, sonhando alto com a carreira e com seu ideal. Não dê ouvidos nem atenção aos cães que ladram enquanto passa a caravana...

Eles não entendem o que é o sentido da existência, são incapazes de compreender a luta eterna pela excelência, pelo aprimoramento.

Estão só a procura do osso mais fácil e mais próximo, de um assobio de qualquer um que se diga dono ou mestre, para balançarem os seus rabos, serem submissos, mesmo que, quando descobertos os engodos dos falsos líderes, os metam entre as pernas e uivem de novo, quando aparecer os primeiros sinais de mais uma outra lua cheia.

Todo grupo humano tem todos os substratos de todas as categorias.

Ladrões, assassinos, vaidosos, sedentos de poder, tarados, covardes esquizofrênicos, maus políticos, maus administradores, imbecis e por aí vai...

Mas cada instituição tem seus princípios e valores e, isso sim, as diferenciam.

Tem aqueles que criticam a guerra e se acham únicos, pacíficos, espirituais !

Quem gostar de guerra é, no mínimo, completamente louco !

Mas, como alguém já disse:

"O preço da paz é a eterna vigilância..."


Há quase sete décadas nos tornamos o único e conhecido grupo de seres viventes com o poder de se autoaniquilar e, pasmem ou não, caminhamos para isso sim ! E a passos largos, velozes e furiosos.

Seja um russo bêbado que aperta um botãozinho vermelho, seja um cientista maluco criando mais um vírus mortal, seja um americano do norte  (ou do sul !) reencarnando os Hitlers, Napoleões e Alexandres da vida...

Perigosamente infantil ou adolescentemente utópico são aqueles que não reconhecem a importância vital das instituições militares para a continuação, mesmo sabidamente limitada, da nossa espécie.

Siga os seus pensamentos e intuições.

Tente, se esforce hoje para ser melhor, em tudo aquilo que você era ontem.

Olhe em torno e em você mesmo, não para se comparar com os outros, mas para se conhecer, saber mais de você mesmo e do entorno, melhor e melhor.

Vamos Lá !

rihan
Estrela Dourada
Estrela Dourada

Mensagens : 5053
Data de inscrição : 22/08/2011
Idade : 61
Localização : Rio de Janeiro, RJ, Itabuna-Ilhéus, BA, Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Militar

Mensagem por Pré-Iteano em Qui Set 29 2016, 02:22

Cabe ressaltar que por mais que o ITA seja subordinado à aeronáutica, o instituto é muito mais civil do que militar.

Há a opção de seguir a carreira militar na aeronáutica, mas poucos seguem esse caminho, a maioria dos estudantes que querem estudar no ITA o querem pela excelência do ensino, não por ser uma escola militar.

É o contrário do IME, por exemplo, que é completamente militar, muito embora haja a opção por carreira civil...

____________________________________________
"Death is so terribly final, while life is full of possibilities." - Tyrion Lannister

Pré-Iteano
Monitor
Monitor

Mensagens : 1380
Data de inscrição : 13/04/2014
Idade : 20
Localização : Gravataí, RS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Militar

Mensagem por WernerHeisen em Qui Set 29 2016, 09:28

Obrigado pelas respostas!
Sim, rihan, com certeza! Melhorarei hoje pelo aprendizado de ontem e aprenderei mais hoje com o aprendizado do agora.
A vida é como um vetor: não importa a direção que tomamos (que seja o lado bom) desde que a intensidade continue forte.

Queria saber como que você sabe sobre tantos assuntos, já que em todos os tópicos que vi as suas respostas são as melhores.
Obrigado e bom dia!

WernerHeisen
Padawan
Padawan

Mensagens : 69
Data de inscrição : 28/09/2016
Idade : 17
Localização : Curitiba

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Militar

Mensagem por SCOFIELD em Qui Set 29 2016, 09:51

WernerHeisen escreveu:Obrigado pelas respostas!
Sim, rihan, com certeza! Melhorarei hoje pelo aprendizado de ontem e aprenderei mais hoje com o aprendizado do agora.
A vida é como um vetor: não importa a direção que tomamos (que seja o lado bom) desde que a intensidade continue forte.

Queria saber como que você sabe sobre tantos assuntos, já que em todos os tópicos que vi as suas respostas são as melhores.
Obrigado e bom dia!
"A vida é como um vetor: não importa a direção que tomamos (que seja o lado bom) desde que a intensidade continue forte."

Boa frase para usar na redação do ENEM! 

SCOFIELD
Jedi
Jedi

Mensagens : 251
Data de inscrição : 11/05/2014
Idade : 20
Localização : ES

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Militar

Mensagem por rihan em Qui Set 29 2016, 21:50

Werner,

Por um lado, sempre me defini como um eterno aprendiz, e sou.

Por outro lado, sempre fui um ator aguerrido, e sou.

Tive a ventura de ter tido uma família de educadores, um colégio mundialmente exemplar, as melhores escolas superiores de graduação e pós-graduação do Rio de Janeiro, e, principalmente, inesquecíveis grandes mestres.

Tive o imponderável me impedindo de seguir os meus sonhos militares juvenis, tendo que trabalhar e, simultaneamente, cursar três Faculdades.

O bom acaso me fez conhecer e conviver com pessoas especiais e formidáveis, desde laureados com o Nobel, a artistas, desportistas, poetas, compositores e musicistas eternizados na História mundial.

O imprevisível também me mostrou o lado negro da sociedade, a pobreza, a ignorância, a miséria e, o pior de todos, a hipocrisia e egoísmo social, o lado mais escuro dos ditos humanos.

Sempre fui um extremista, pois sempre quis percorrer os caminhos entre os extremos, o que me fez conhecer, além dos extremos, o que havia entre eles.

Jamais fui ou admiti o radicalismo — o ato de fincar raízes e ali permanecer para sempre — por considerá-lo falta de inteligência.

Sempre defini a inteligência como a capacidade de se adaptar à circunvizinhança e às situações, imprevistas ou previstas, impostas pela vida.

Um dos meus três grandes mestres preferidos e inesquecíveis sempre fazia chacotas comigo durante as aulas. Burro era a menor adjetivação implícita que ele me imputava repetidamente...

Os meus colegas brincavam e me azucrinavam com o fato e, principalmente e curiosamente, se espantavam com a minha resignação em ouvir as piadinhas e insinuações frequentes que ele fazia em todas as suas magníficas aulas.

Todos na classe sabiam que eu tinha obtido, nos testes anuais, os maiores QI da turma e, também, sabiam do meu total desprezo a esses "testes ridículos" e da completa indiferença ao tema...

Mas não compreendiam o motivo do meu silêncio, da não reação às provocações do meu mestre, muito menos o porquê dele ser, na época o meu preferido. 

No final do ano passei com média mediana, mas passei direto.

Após o término de sua última aula do ano, ele se dirigiu a mim dizendo que queria conversar comigo. Que era para eu ficar na sala, pois tinha um presente para mim...

Espantado e curioso, eu fiquei.

Ele foi diretamente ao assunto e, com o seu forte sotaque francês, foi logo dizendo que me considerava o aluno mais burro que já tinha tido !

Sem me dar tempo para qualquer reação, ele emendou:

"Sabe o porquê ?  Porque você não utiliza a inteligência que tem !

Essa é a maior burrice que alguém pode cometer !

Está na hora de você parar de comer capim !"

Sempre tive bom humor e, às vezes ou quase sempre, exagerava nas brincadeiras...

E era assim com todos, fossem colegas, professores, inspetores, prefeitos, porteiros...

Então eu lhe perguntei se era por eu estar sempre na zoeira que ele tinha dito aquilo.

Ele respondeu, peremptoriamente, com um enorme  "não" !

E emendou, sorridente, dizendo que o segundo maior sinal de burrice evidente era não ter bom humor !

Aí me entregou um maço de folhas, o tal presente...

Era uma coleção de problemas matemáticos que ele havia selecionado para que eu os resolvesse nas minhas férias...

Como ele seria meu professor nos próximos últimos três anos, eu brinquei, perguntando se o prazo para resolvê-los era de três anos.

Aí ele reafirmou que era para serem todos resolvidos durante as férias de verão e entregues no primeiro dia de aula com ele.

Resumindo, em dois meses dos três que tinha de férias, eu consegui fazer quase todos...

Menos um, de Geometria...

Aquilo me perturbou muito no mês restante !

Sempre fui estimulado à competitividade, por meu pai e pelos regime e filosofia dos jesuítas. Mesmo "sabendo perder", ao admitir a derrota e parabenizar os vencedores, não gostava, não suportava "perder"...

No primeiro dia de aula com ele, lhe entreguei as resoluções e lhe disse sobre o tal problema.

Ele deu aquele seu sorriso característico e, de pronto, me convidou para jantar com ele e sua família na sua casa, às 20:00 em ponto...

Obviamente eu me espantei e gaguejei alguma coisa que parecia com um sim.

Lá fui eu.

Fui apresentado à sua família, até, pasmem, com bastante elogios...

Jantamos, bebendo um ótimo vinho tinto francês e, finalmente, fomos ao seu escritório, onde ele me disse que já sabia, desde quando me deu a lista, que aquele problema eu não resolveria !

Era o "problema de Napoleão"...

Ele me contou sobre a história e as lendas que havia envolvendo o dito.

Depois, com sua categoria de sempre, me explicou e o resolveu para mim.

Ao término desse inesquecível e memorável encontro, nas despedidas e nos meus infindáveis agradecimentos,  ele me interrompeu e disse, com um tom profundamente sério e determinante:

— Faça da aprendizagem e do ensino um ideal na sua vida.

Eu, meio sem saber o que dizer,  perguntei como fazer...

Ele me respondeu que eu iria aprendendo e ensinando, ao ir ensinando e aprendendo ...

Sua resposta era meio totalmente recursiva, e, após algumas taças de vinho, nada bom para o separador de orelhas !

Eu, tipo sabiamente, como se tivesse compreendido sua resposta , dei um chocho sorrisinho de banda e me fui...

No primeiro dos três anos seguintes ele me estimulou ao falar sobre o curso noturno gratuito que havia no colégio, para pessoas menos favorecidas, sem tempo diurno ou condições financeiras.

Acabei virando tutor (arremedo de professor).

Na formatura, nas despedidas, fui abraçá-lo e agradecê-lo por tudo, ao que ele respondeu:

"Continue assim! E mais ! Reserve um tempo em cada ano para compartilhar seus conhecimentos com as pessoas que passam por dificuldades."

E assim vem sendo,  nesse quase meio século...

Ainda aprendendo...

rihan
Estrela Dourada
Estrela Dourada

Mensagens : 5053
Data de inscrição : 22/08/2011
Idade : 61
Localização : Rio de Janeiro, RJ, Itabuna-Ilhéus, BA, Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Militar

Mensagem por Convidado em Qui Set 29 2016, 23:25

Interessante sua história! Você é extremista em que?

Me sinto um burro por não usar minha inteligência, mesmo sabendo da capacidade.


Última edição por InocencioHildebrandoCeara em Qui Set 29 2016, 23:56, editado 1 vez(es)

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Militar

Mensagem por WernerHeisen em Qui Set 29 2016, 23:39

Inocencio, me sinto como você.


Última edição por WernerHeisen em Qui Set 29 2016, 23:59, editado 1 vez(es)

WernerHeisen
Padawan
Padawan

Mensagens : 69
Data de inscrição : 28/09/2016
Idade : 17
Localização : Curitiba

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Militar

Mensagem por WernerHeisen em Qui Set 29 2016, 23:43

Rihan, seu texto me faz pensar sobre o que deve motivar os homens: buscar aprender e repassar o conhecimento adquirido para o outro.

WernerHeisen
Padawan
Padawan

Mensagens : 69
Data de inscrição : 28/09/2016
Idade : 17
Localização : Curitiba

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Militar

Mensagem por rihan em Sex Set 30 2016, 07:08

É um começo , sim.

Sabendo pensar e analisar a realidade, consultar o conhecimento adquirido, trabalhar com o seu vasto conjunto de símbolos, facilitará a todos os humanos a compreender a verdade.

Certamente, isento de qualquer preconceito, com toda a sua sabedoria, cada ser optará pelo amor e a fraternidade universal.

Impor verdades nunca funcionará.

Cada ente tem que descobrir por si.

E felizes os pobres de espírito...

rihan
Estrela Dourada
Estrela Dourada

Mensagens : 5053
Data de inscrição : 22/08/2011
Idade : 61
Localização : Rio de Janeiro, RJ, Itabuna-Ilhéus, BA, Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Militar

Mensagem por rihan em Sex Set 30 2016, 07:28

InocencioHildebrandoCeara escreveu:Interessante sua história! Você é extremista em que?

Me sinto um burro por não usar minha inteligência, mesmo sabendo da capacidade.

Quando digo ser ator, me refiro a quem age, aquele que não é somente espectador, que fica somente assistindo e que se vicia e acomoda em ser comodamente  um  pseudo crítico feroz.

Extremista por ir aos extremos.

Não ter medo da vida nem engrandecer a morte.

Não ter receio da felicidade nem da sua ausência.

Ir a fundo em tudo, sempre.

Não levar a sério o que não é para ser levado...

Brincar com a existência ou levá-la muito a sério...

Quando questionado sem motivo lógico, responder com elipses...

Ou terminar a frase com um ponto final.

Temos que permear os extremos não para lá ficar.

Se assim o fizéssemos, viraríamos radicais.

E burros.

Na média, seremos medianos, ou medíocres, pois o lugar que mais visitaremos será o meio do caminho.

Há quem diz que a virtude está no meio.

Eu gosto de dizer que no meio está a virtude.

Há quem sabiamente aconselha: "nem tanto ao mar, nem tanto à terra".

Eu prefiro conclamar irresponsavelmente: "ao espaço sideral !".

rihan
Estrela Dourada
Estrela Dourada

Mensagens : 5053
Data de inscrição : 22/08/2011
Idade : 61
Localização : Rio de Janeiro, RJ, Itabuna-Ilhéus, BA, Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum