PiR2
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Redação - Enem

2 participantes

Ir para baixo

Resolvido Redação - Enem

Mensagem por LucasCord Qui 20 Out 2022, 18:33

Oiii, gente, tudo bem? Produzi uma Redação sobre o tema do ano de 2021 do ENEM: "Invisibilidade e registro civil: garantia de acesso à cidadania no Brasileira", poderiam me ajudar a corrigi-la? Obrigado!







        A Constituição Federal brasileira, promulgada em 1988, prevê a todo cidadão o pleno direito à cidadania e ao bem-estar social. Fora do discurso idealizado pelo documento, contudo, verifica-se que uma considerável parcela da população – majoritariamente menos beneficiada economicamente – permanece civicamente apagada e privada de seus direitos mais básicos na realidade brasileira vigente. Nesse sentido, convém analisar as principais causas, consequências e possível medida de atenuação desse nocivo fenômeno social.
        Sob esse viés, é preciso entender a histórica construção do conceito de cidadão como perpetuadora da restrição ao direito na contemporaneidade. Nesse contexto, vale recordar que durante a Grécia Antiga, eram tidos como cidadãos atenienses apenas homens descendentes de famílias nativas – situação não muito distante da conjuntura nacional hodierna, que dificulta a inclusão de estrangeiros e menos bonificados ao registro civil. É, pois, inadmissível que o Brasil, país popularmente tido como acolhedor, ainda consolide uma visão cívica de tamanho retrocesso.
        Além disso, é de grande valia destacar os efeitos derivados do desvínculo dos indivíduos com o registro civil. Para tanto, cabe elencar a obra Vidas Secas de Graciliano Ramos, a qual retrata um vaqueiro que, pelo fato de não ter sido instruído adequadamente, desconhece, assim como os sujeitos civicamente ocultos na atualidade, a importância de sua visibilidade enquanto cidadão na sociedade. Entende-se, portanto, como inconcebível o fato de que aqueles previamente desprovidos de assistência estatal sejam punidos no futuro.
        Portanto, o governo federal deve capacitar uma rede nacional de profissionais para instruir indivíduos sem registro civil. Isso deve ser feito com o amparo do poder legislativo para a aprovação na liberação de recursos que tornem possível o projeto. Espera-se, com isso, conceder visibilidade aos inúmeros vaqueiros retratados por Graciliano Ramos no país e concretizar o discurso da Carta Magna.



Última edição por LucasCord em Qui 20 Out 2022, 21:38, editado 1 vez(es)

LucasCord
Iniciante

Mensagens : 11
Data de inscrição : 13/01/2022

Ir para o topo Ir para baixo

Resolvido Re: Redação - Enem

Mensagem por qedpetrich Qui 20 Out 2022, 21:17

Olá Lucas;

Farei alguns comentários sobre alguns trechos da sua redação que acho inconsistentes. Não são verdades absolutas, mas é a minha opinião, e acho que serão úteis no seu processo de produção textual.

Na introdução você utilizou um repertório muito interessante! A Constituição, de fato, é uma ótima escolha para vários temas Enem. Porém, não é nada inovador, uma vez que vários optam por fazer essa abertura, o que pode trazer uma má impressão para o corretor. Uma forma de tornar ele mais atrativo, seria citar alguns de seus artigos. Nesse tema, caberia, por exemplo, o 1° artigo, que garante, justamente, a cidadania e a dignidade da pessoa humana. Além deste, os 5° e 6° tratam, respectivamente, dos direitos civis e sociais.

Neste trecho, "[...]prevê a todo cidadão o pleno direito à cidadania e ao bem-estar social.", temos um pleonasmo. Ora, se é um cidadão, ele exerce cidadania. Eu entendi o que você quis dizer, mas a construção ficou confusa e o corretor irá julgar justamente aquilo que você escreve. Uma forma de corrigir seria fazer a substituição lexical da palavra "cidadão" para indivíduo ou pessoa.

A transição para a tese está interessante, não vejo grandes problemas nela. Porém, na sua tese ocorre um problema de projeto de texto: "convém analisar as principais causas, consequências e possível medida de atenuação desse nocivo fenômeno social". Veja que ao afirmar a necessidade de uma resolução, você a fez no singular, afinal, só existirá uma. Isso está correto! Ao pluralizar causaS e consequênciaS, você deveria cumprir com tal afirmativa, o que não é uma realidade em seu texto, pois abordou apenas uma causa e seu desdobramento, e uma consequência com, também, seu desdobramento. Geralmente, conseguimos abordar 2 causas, 2 consequências ou 1 causa e 1 consequência. Lembre-se: tudo o que você afirmar na tese, deverá cumprir ao longo do texto. Ao descumprir, você será penalizado na terceira competência.

"Sob esse viés, é preciso entender a histórica construção do conceito de cidadão como perpetuadora da restrição ao direito na contemporaneidade.". Você começou com um excelente mecanismo coesivo, parabéns! Entretanto, aqui, seu tópico frasal está ambíguo. Veja: o conceito de cidadania é fundamental para garantir os direitos e deveres dos seres humanos. Ao afirmar que a construção do conceito de cidadão é a causa do problema em questão, é fora da realidade, haja vista que é por meio dessa condição que asseguramos nossos direitos! Uma substituição, sem variar muito sua estrutura, poderia ser a seguinte: "é preciso entender a histórica desconstrução do conceito de cidadão como principal elemento restritivo dos direitos contemporâneos". Dessa forma, sua análise fica mais crítica e coerente, além de cumprir o requisito básico da banca: problematizar. Cuidado com a atualização do repertório. Você poderia ter desenvolvido melhor a ideia da cidadania grega. Existem algumas divergências: a política grega era pautada por uma cidadania restritiva, em que apenas os homens atenienses, como você citou, gozavam dessa condição. Porém, seu erro está em afirmar que o cenário homérico se perpetua no Brasil. No nosso país, a cidadania, apesar de idealizada, formalmente não é restritiva, pois atinge todo e qualquer brasileiro, o que, de certa forma, gera um descompasso com a sua dissertação. Ademais, caberia um fechamento, isto é, uma retomada, para amarrar sua ampliação com o seu tópico frasal (assim, logo, dessa forma, etc...).

O terceiro parágrafo não apresenta, diretamente, nenhum efeito. Veja que você cita que irá dissertar sobre os efeitos da falta de acesso à cidadania e nem sequer exemplifica quais seriam essas consequências. O repertório de Graciliano Ramos cabe muito bem à temática, afinal, ele não tinha educação, seu trabalho era precário (informal), sua condição era de extrema vulnerabilidade, enfim, existem vários pontos da obra que poderiam ser explorados para simbolizar a inexistência da cidadania. Suas ideias são muito legais, entretanto, falta você colocar justamente no papel. Repito: nem eu, nem o corretor, temos o poder de adivinhar o que você pensa, apesar ser possível imaginar a potencialidade do seu texto. Novamente, o seu desenvolvimento ficou muito expositivo e embrionário. O que eu quero dizer com isso? Existe tópico frasal e há repertório, porém você não se posiciona! A banca do Inep cobra um texto dissertativo-argumentativo. Falta essa segunda parte no seu texto, mostrar a sua opinião e, para isso, existem alguns operadores argumentativos (isso acontece porque, tal questão ocorre pois, esse cruel cenário advém, etc...) que auxiliam esse processo.

Na última linha do terceiro parágrafo, você usa o coesivo "portanto". Já na conclusão, repete este mesmo mecanismo. Cuidado! A proximidade de mecanismos iguais podem lhe penalizar na competência quatro por não apresentar diversidade no seu texto. Você pode repetir, mas evite a recorrência em linhas tão próximas.

A conclusão está ok. Poderia ter evidenciado melhor o meio, pois ficou confuso. Indico que você comece assim: "Isso será feito por meio de _____" e evidencie, já de cara, o meio. Na sua situação: "Isso será feito por meio de recursos financeiros, com o aval do Congresso Nacional, aplicados pelo Poder Executivo". Quem administra a verba é o Executivo! O Legislativo, legisla, isto é, cria e vota leis, como o orçamento citado, mas quem executa de fato é o Poder Executivo.

Existem outras análises, mas eu tô exausto kkkkkkk. Deixo outras contribuições aos demais colegas do fórum. Não irei pontuar nenhuma nota, mas espero que ajude no seu desenvolvimento textual.

____________________________________________
Dê tempo ao tempo
qedpetrich
qedpetrich
Monitor
Monitor

Mensagens : 2344
Data de inscrição : 05/07/2021
Idade : 22
Localização : Erechim - RS

LucasCord gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Resolvido Re: Redação - Enem

Mensagem por LucasCord Qui 20 Out 2022, 21:37

qedpetrich escreveu:Olá Lucas;

Farei alguns comentários sobre alguns trechos da sua redação que acho inconsistentes. Não são verdades absolutas, mas é a minha opinião, e acho que serão úteis no seu processo de produção textual.

Na introdução você utilizou um repertório muito interessante! A Constituição, de fato, é uma ótima escolha para vários temas Enem. Porém, não é nada inovador, uma vez que vários optam por fazer essa abertura, o que pode trazer uma má impressão para o corretor. Uma forma de tornar ele mais atrativo, seria citar alguns de seus artigos. Nesse tema, caberia, por exemplo, o 1° artigo, que garante, justamente, a cidadania e a dignidade da pessoa humana. Além deste, os 5° e 6° tratam, respectivamente, dos direitos civis e sociais.

Neste trecho, "[...]prevê a todo cidadão o pleno direito à cidadania e ao bem-estar social.", temos um pleonasmo. Ora, se é um cidadão, ele exerce cidadania. Eu entendi o que você quis dizer, mas a construção ficou confusa e o corretor irá julgar justamente aquilo que você escreve. Uma forma de corrigir seria fazer a substituição lexical da palavra "cidadão" para indivíduo ou pessoa.

A transição para a tese está interessante, não vejo grandes problemas nela. Porém, na sua tese ocorre um problema de projeto de texto: "convém analisar as principais causas, consequências e possível medida de atenuação desse nocivo fenômeno social". Veja que ao afirmar a necessidade de uma resolução, você a fez no singular, afinal, só existirá uma. Isso está correto! Ao pluralizar causaS e consequênciaS, você deveria cumprir com tal afirmativa, o que não é uma realidade em seu texto, pois abordou apenas uma causa e seu desdobramento, e uma consequência com, também, seu desdobramento. Geralmente, conseguimos abordar 2 causas, 2 consequências ou 1 causa e 1 consequência. Lembre-se: tudo o que você afirmar na tese, deverá cumprir ao longo do texto. Ao descumprir, você será penalizado na terceira competência.

"Sob esse viés, é preciso entender a histórica construção do conceito de cidadão como perpetuadora da restrição ao direito na contemporaneidade.". Você começou com um excelente mecanismo coesivo, parabéns! Entretanto, aqui, seu tópico frasal está ambíguo. Veja: o conceito de cidadania é fundamental para garantir os direitos e deveres dos seres humanos. Ao afirmar que a construção do conceito de cidadão é a causa do problema em questão, é fora da realidade, haja vista que é por meio dessa condição que asseguramos nossos direitos! Uma substituição, sem variar muito sua estrutura, poderia ser a seguinte: "é preciso entender a histórica desconstrução do conceito de cidadão como principal elemento restritivo dos direitos contemporâneos". Dessa forma, sua análise fica mais crítica e coerente, além de cumprir o requisito básico da banca: problematizar. Cuidado com a atualização do repertório. Você poderia ter desenvolvido melhor a ideia da cidadania grega. Existem algumas divergências: a política grega era pautada por uma cidadania restritiva, em que apenas os homens atenienses, como você citou, gozavam dessa condição. Porém, seu erro está em afirmar que o cenário homérico se perpetua no Brasil. No nosso país, a cidadania, apesar de idealizada, formalmente não é restritiva, pois atinge todo e qualquer brasileiro, o que, de certa forma, gera um descompasso com a sua dissertação. Ademais, caberia um fechamento, isto é, uma retomada, para amarrar sua ampliação com o seu tópico frasal (assim, logo, dessa forma, etc...).

O terceiro parágrafo não apresenta, diretamente, nenhum efeito. Veja que você cita que irá dissertar sobre os efeitos da falta de acesso à cidadania e nem sequer exemplifica quais seriam essas consequências. O repertório de Graciliano Ramos cabe muito bem à temática, afinal, ele não tinha educação, seu trabalho era precário (informal), sua condição era de extrema vulnerabilidade, enfim, existem vários pontos da obra que poderiam ser explorados para simbolizar a inexistência da cidadania. Suas ideias são muito legais, entretanto, falta você colocar justamente no papel. Repito: nem eu, nem o corretor, temos o poder de adivinhar o que você pensa, apesar ser possível imaginar a potencialidade do seu texto. Novamente, o seu desenvolvimento ficou muito expositivo e embrionário. O que eu quero dizer com isso? Existe tópico frasal e há repertório, porém você não se posiciona! A banca do Inep cobra um texto dissertativo-argumentativo. Falta essa segunda parte no seu texto, mostrar a sua opinião e, para isso, existem alguns operadores argumentativos (isso acontece porque, tal questão ocorre pois, esse cruel cenário advém, etc...) que auxiliam esse processo.

Na última linha do terceiro parágrafo, você usa o coesivo "portanto". Já na conclusão, repete este mesmo mecanismo. Cuidado! A proximidade de mecanismos iguais podem lhe penalizar na competência quatro por não apresentar diversidade no seu texto. Você pode repetir, mas evite a recorrência em linhas tão próximas.

A conclusão está ok. Poderia ter evidenciado melhor o meio, pois ficou confuso. Indico que você comece assim: "Isso será feito por meio de _____" e evidencie, já de cara, o meio. Na sua situação: "Isso será feito por meio de recursos financeiros, com o aval do Congresso Nacional, aplicados pelo Poder Executivo". Quem administra a verba é o Executivo! O Legislativo, legisla, isto é, cria e vota leis, como o orçamento citado, mas quem executa de fato é o Poder Executivo.

Existem outras análises, mas eu tô exausto kkkkkkk. Deixo outras contribuições aos demais colegas do fórum. Não irei pontuar nenhuma nota, mas espero que ajude no seu desenvolvimento textual.


Opa, qedpetrich, tudo bem?

Achei suas análises sobre minha redação extremamente pertinentes e precisas! Estou terminando de anota-las aqui, mas de antemão agradeço-lhe pelo esforço em dedicar seu tempo para tecer comentários que certamente serão de grande ajuda para mim no futuro, especialmente sobre a necessidade de desenvolver maior criticidade e posicionamento em minha dissertação, também noto que ainda tenho muita dificuldade nesse tema, mas acredito que eu consiga superar esse obstáculo praticando consistentemente. Muito obrigado, mesmo! =)

LucasCord
Iniciante

Mensagens : 11
Data de inscrição : 13/01/2022

qedpetrich gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Resolvido Re: Redação - Enem

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Ir para o topo Ir para baixo

Ir para o topo

- Tópicos semelhantes

 
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos