Fórum PiR2
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Redação Enem

2 participantes

Ir para baixo

Redação Enem Empty Redação Enem

Mensagem por GuilhermeSS Sex 11 Jun 2021, 10:35

Tema: A falta de empatia nas relações sociais no Brasil

Introdução:
Em seus aforismos filosóficos, o frade italiano São Thomas de Aquino defendeu ainda, no século XV, que todos possuem a mesma importância. No entanto, no Brasil hodierno, essa importância não se realiza na prática, haja vista a falta de empatia nas relações sociais no Brasil. Com isso, urge discutir tanto os impactos frente a esse contexto danoso, quanto a acriticidade populacional vigente a respeito desse cenário não empático.

D1:
Sob tal contexto, a atual conjuntura populacional impulsiona a perpetuação de práticas individualistas. Dado o exposto, de acordo com o Artigo 5 da Carta Magna do Brasil, é dever do Estado garantir a igualdade de todos os indivíduos. Contudo, as atuais relações sociais, vão de encontro a essa prerrogativa legal, já que as diferenças sociais presentes no pais - diferença de renda, moradia e de trabalho, por exemplo - são fatores determinantes para a falta de empatia, pois impactam de forma danosa na prática da harmonia social entre essa parcela negligenciada. Além disso, cabe citar que, o individualismo crescente tem como consequência uma fragilização da saúde mental desses indivíduos.

D2:
Ademais, o desconhecimento populacional é um fator que potencializa esse cenário pouco empático. Nesse viés, consoante o escritor inglês Oscar Wilde, a insatisfação é o primeiro passo para o progresso de uma nação. Na égide dessa óptica, é imprescindível o uso do pensamento crítico como forma de combater a falta de empatia, visto que se deve manter uma harmonia entre as relações sociais, dessa maneira não só mitigando o individualismo como também tratar com seriedade tal negligência. Dessa forma, o desamparo social sobre esses indivíduos, contribui com a  manutenção do distanciamento entre as relações interpessoais.

Conclusão:
Posto isso, cabe ao Ministério Público - com o auxílio do Ministério da Educação- promover a criação de eventos públicos colaborativos que possibilitem aproximar as diferentes realidades brasileiras. Tal implementação, incentiva uma melhor relação social entre os indivíduos, com o objetivo de mitigar o pensamento acrítico e individualista, dessa maneira, a empatia é assegurada em todas as parcelas populacionais do país. Nesse aspecto, portanto, é perceptível que, uma vez que é garantido a equidade nas relações sociais, será combatido o pensamento individualista. Assim, o aforismo do frade italiano poderá cristalizar-se na contemporaneidade.
GuilhermeSS
GuilhermeSS
Jedi
Jedi

Mensagens : 206
Data de inscrição : 18/04/2020
Idade : 20
Localização : Teresina, Piauí

Ir para o topo Ir para baixo

Redação Enem Empty Re: Redação Enem

Mensagem por jopagliarin Ter 15 Jun 2021, 14:57

Olá. 

Introdução
- retire a vírgula depois do ainda e a coloque depois de defendeu. 
- o filósofo defendeu que todos possuem a mesma importância... não dá para complementar essa importância? importância no campo social, político, econômico, nas relações interpessoais? Só uma palavra depois de importância deixaria o tópico mais claro. 
- vc começou o desenvolvimento falando do individualismo; esse termo poderia ter entrado na sua tese da introdução. Sua tese poderia ser que o individualismo favorece a falta de empatia nas relações humanas e ela é decorrente da conjuntura populacional porque.... (daí isso vc argumenta no desenvolvimento)

Desenvolvimento 1 
- retirar a vírgula depois de relações sociais, linha 3 
- vc misturou duas espécies de teses. Começou com individualismo, foi pra fatores determinantes e terminou citando empatia. No final, não chegou a nenhuma conclusão, nenhum encadeamento que relacione o individualismo com os ditos fatores determinantes. Ainda, não explicou como esses fatores determinantes impactam na falta de empatia. 

Desenvolvimento 2
- vc já poderia ter começado o D2 reafirmando a sua tese, que é a acriticidade (acriticidade é diferente de desconhecimento). 
- não ficou claro a relação desconhecimento-acriticidade-falta de empatia
- no final vc citou desamparo social, totalmente em desacordo com as ideias abordadas no parágrafo

...
refaça esses parágrafos
jopagliarin
jopagliarin
Jedi
Jedi

Mensagens : 300
Data de inscrição : 13/10/2019
Idade : 19
Localização : Curitiba/PR \\ Joaçaba/SC

Ir para o topo Ir para baixo

Ir para o topo


 
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos