Fórum PiR2
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Avaliação dos senhores sobre o meu texto

2 participantes

Ir para baixo

Resolvido Avaliação dos senhores sobre o meu texto

Mensagem por Imperor Sex 21 Maio 2021, 06:50

Tema: direito ao esquecimento 



Introdução:
   No ano de 1931, houve um caso nos Estado Unidos de uma mulher ex-prostituta, que se envolveu em um assassinato e foi inocentada. Depois da sentença, ela muda de vida, casa-se e forma família. Anos depois, um cineasta resolve fazer um filme sobre esse crime, porém na época do delito, o tribunal americano já havia concedido a permissão ao esquecimento a essa mulher. Portanto, a exibição do documentário foi proibida visto que ele causaria constrangimento a ela. Esse é um exemplo de como o direito ao esquecimento pode interferir na liberdade de imprensa, mas de como ele é necessário, pois evitou que a mulher passasse algum constrangimento. Como consequência, surge um problema: a harmonia dos dois direitos. Convém discutir o que é esse direito, como ele interfere na liberdade à informação e como deve ser exercido de forma que não cerceie o direito à informação.


Desenvolvimento:
     
      Prosseguindo, é importante entender que o direito ao esquecimento não tem relação sobre apagar fatos ou memórias coletivas, ele tem relação com a liberdade do indivíduo. Segundo o professor Anderson Schreiber, do programa de pós-graduação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, o seu conceito corresponde ao direito de uma pessoa não ser perseguida pelos fatos do passado, que já não mais refletem sua identidade atual e o impedem que seja publicamente reconhecido pelos seus valores. O direito ao esquecimento não é uma censura à imprensa, mas assegura ao indivíduo que siga seu caminho em sociedade, sendo representado pelo que ele é, um exemplo disso é o de pessoas trans que ao realizarem a mudança de sexo, não querem que a mídia as retrate pelo que elas foram, mas sim pelo que elas são.
      Porém, surge uma preocupação de que essa aquiescência ao desmemoriamento possa ser utilizada com intenções maliciosas e uma das inquietações é a de que políticos possam utilizar esse recurso como uma forma de apagar fatos sobre a sua vida e com isso, esconderem eventuais crimes cometidos por eles. É preciso entender que concessão ao esquecimento não se aplica a esse tipo de delito, porque ele não tem relação com o conceito e jurisprudência da licença ao esquecimento.


Conclusão:
     Em virtude dos fatos mencionados, o intérprete constitucional deve aplicar o direito ao esquecimento de forma criteriosa, atentando aos detalhes do caso e assim evitar que aconteçam situações em que a pessoa seja impedida de seguir sua vida em paz, devido ao seu passado.


Última edição por Imperor em Sab 22 Maio 2021, 12:54, editado 1 vez(es)
Imperor
Imperor
iniciante

Mensagens : 11
Data de inscrição : 27/12/2020
Localização : São Paulo, São Paulo, Brasil

Ir para o topo Ir para baixo

Resolvido Re: Avaliação dos senhores sobre o meu texto

Mensagem por BatataLaranja345 Sab 22 Maio 2021, 10:40

Bom dia, amigo!
Bom, vamos iniciar sua correção! Parágrafo por parágrafo! Vamo que vamo!  cheers

I) Introdução:
-> "... mulher ex-prostituta ..."
Aqui, pelo menos para mim, estamos vendo uma redundância. Pois se é prostituita, já é uma mulher.
Lembrando a vc que o masculino de prostituta é prostituto, ou ainda também, puto.
Portanto, se vc achar necessário, pode retirar a palavra "mulher"


-> "... Depois da sentença, ela muda de vida, casa-se e forma família ..."
Aqui, apenas abrindo um parênteses, vc podia ter escrito também essa frase no passado.
Não creio que haverá nenhuma alteração no sentido! Wink

-> "... resolve fazer um filme sobre esse crime, porém, na época do delito, ..."
Aqui, apenas pontuei o uso da vírgula, entre o conectivo que vc usou, para demonstrar uma oposição de ideias. Ambas estão em negrito!

-> "... Portanto, a exibição do documentário ..... cerceie o direito à informação"
Todo esse trecho está confuso. Vc construiu frases demais, podendo ter reduzido elas, enxugando mais o seu parágrafo. Recomendo que vc escreva esse trecho novamente, ou então escreva novamente o parágrafo de introdução.

Lembrando que, nesse tipo de parágrafo, o ideal seria 3 - 4 frases, somente!

Apesar do pontuado acima, gostei bastante da sua introdução!
Porém, muito longa. E isso prejudica vc, pois assim vc perderá na estruturação do seu texto.
Ótima contextualização usada!
Como citei, recomendo que vc o escreva novamente, tentando reduzir as frases, usando conectivos e juntando elas. Creio que ficará melhor.
Vamos para o segundo parágrafo! cheers 

II) 1º Parágrafo de Desenvolvimento:
-> "Prosseguindo, é importante entender que o direito ao esquecimento não tem relação sobre com apagar fatos ou memórias esquecidas, ele tem relação mas sim com referência a liberdade do indivíduo ..."
Apenas alguns pequenos erros aqui, vamos pontua-los:
 1. O uso do "sobre", que está riscado em negrito, não ficou bom nesse contexto. Coloquei um substituinte ao lado.
 2. Quando vc usa "ele tem relação", vc está repetindo a mesma palavra que vc citou, e isso foi na mesma frase. Isso é muito ruim, não se repete palavras na mesma frase, pois isso deprecia o seu texto... Então, coloquei um substituinte ao lado também!

-> "... Rio de Janeiro, o seu conceito corresponde ao ..."
Nesse trecho, por mais que eu tenha entendido que vc está falando, ainda, do direito ao esquecimento... essa parte deixou vagacidade.
Um recurso que gosto muito de falar, e também recomendo aos colegas, é sempre imaginar que qualquer pessoa pode ler o seu texto, logo, diferentes tipos de escolaridade lerão ele. Portanto, é importantíssimo que vc seja o mais explicativo possível, mas claro, respeitando todas as regras da estrutura e etc!

-> "... que já não mais refletem na sua identidade atual ..."

-> "... o que ele é; um exemplo disso é o de são o caso de pessoas ..."
Apenas pontuando:
 1. O uso do ponto e vírgula é bem melhor do que somente a vírgula.
 2. Como vc deu mais de um caso no seu exemplo, o ideal seria vc escrever como fiz acima.

-> " ... pessoas trans que, ao realizarem a mudança de sexo, ..."
Como vc especificou o processo, recomendo coloca-lo entre vírgulas!

-> Sobre esse parágrafo, gostei também da sua contextualização, citando o professor!
Apenas uma coisa que gostaria de dizer: nos parágrafos de desenvolvimento, o ideal são 4 - 5 frases. No seu só há 3 delas, e muito longas... Recomendo alterar isso!
Vamos para o próximo! Cool

III) 2º Parágrafo de Desenvolvimento:
-> "... possa ser utilizada com intenções pretenções maliciosas, ..."
Nessa sua frase, creio que o uso da palavra "pretenções" soa melhor!
E, não esqueça da vírgula em negrito depois de "maliciosas"!


-> "... apagar fatos sobre sua vida e, com isso, ..."

-> Nesse seu 3º parágrafo, tivemos erros gravíssimos!!!

Vamos pontua-los:

 1. Como disse acima, um parágrafo de desenvolvimento deve ter entre 4 - 5 frases. No seu só há duas!!
 2. Parágrafo com frases longa, a sua primeira frase está muito longa! Mude isso.
 3. A sua estética textual está bem afetada entre o 2º e o 3º parágrafos. No 2º, temos um parágrafo longo, e no 3º, o oposto. Recomendo que deixe-os iguais!!



-> Apesar dos pontos que citei acima, seu parágrafo está bom. Gostei, novamente, da sua contextualização!!
Vamos para o último parágrafo! Wink

IV) Conclusão:
-> Eu diria que vc deve refazer esse parágrafo todo... Visto que, todos os erros encontrados já foram citados acima...



Bom, fechamos sua correção por aqui.
Atente-se ao o que eu pontuei...
Se preciso, pode postar suas dúvidas. E caso queira, leia as outras redações presentes no fórum!
Grande abraço! cheers
BatataLaranja345
BatataLaranja345
Mestre Jedi
Mestre Jedi

Mensagens : 648
Data de inscrição : 09/07/2020
Idade : 16
Localização : Rio de Janeiro

Imperor gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo

Ir para o topo


 
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos