Olá companheiro de fórum!



- queira, por favor, ler os regulamentos e postar de acôrdo com eles.


- observe que existem diversas seções e coloque sua questão no local correto.


- abra um tópico para cada questão - uma questão por tópico

Seja bem vindo!

Presença francesa na Baía de Guanabara

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Presença francesa na Baía de Guanabara

Mensagem por inegomes em Qua Mar 25 2015, 22:04

(Fuvest) Sobre a presença francesa na baía de Guanabara (1557-1560), podemos dizer que foi:
a) apoiada por armadores franceses católicos que procuravam estabelecer no Brasil a agro-indústria açucareira.
b) um desdobramento da política francesa de luta pela liberdade nos mares e assentou-se numa exploração econômica do tipo da feitoria comercial.
c) um protesto organizado pelos nobres franceses huguenotes, descontentes com a Reforma Católica implementada pelo Concílio de Trento.
d) uma alternativa de colonização muito mais avançada do que a portuguesa, porque os huguenotes que para cá vieram eram burgueses ricos.
e) parte de uma política econômica francesa levada a cabo pelo Estado com intuito de criar companhias de comércio.

Por que não pode ser a "e"?

inegomes
iniciante

Mensagens : 29
Data de inscrição : 24/05/2014
Idade : 20
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Presença francesa na Baía de Guanabara

Mensagem por ivafialho em Sex Maio 08 2015, 18:49

França Antártica foi uma colônia criada pelos franceses, no Rio de Janeiro. Ela existiu de 1555 a 1560, quando o restante dos franceses foram derrotados pelos portugueses.

Em 1554, um francês chamado Nicolas Durand de Villegagnon visitou secretamente a região costeira do Brasil, em Cabo Frio, onde geralmente outros franceses, seus companheiros, praticavam o escambo. Obteve informações com os índios Tamoios a respeito dos portugueses. O seu objetivo era preparar uma futura expedição com o intuito de estabelecer lá uma colônia francesa. O local seria a baía de Guanabara, e o projeto era torná-la uma grande base militar e naval para que a França pudesse estabelecer o controle do comércio com as índias. Nesta visita, estabeleceu boas relações com os índios Tamoios e os Tupinambás, e acabou recolhendo uma boa carga que lhe foi fonte de lucro ao chegar na França. Ao chegar lá, convenceu o Rei a criar uma colônia francesa na costa do Brasil.
No mesmo ano o Rei ordenou a Gaspar de Colighy que organizasse uma expedição secreta ao Brasil, a qual seria comandada por Villegagnon. Este percorreu as prisões do norte da França em busca de tripulantes para ajudá-lo, em troca da liberdade.
Deste modo, em novembro de 1555 uma expedição comandada por Villegagnon chegou à Baía de Guanabara e implantou uma colônia francesa, a França Antártica. Os franceses acabaram por construir um forte na Baía de Guanabara, região ainda não colonizada pelos portugueses, que ficou conhecido como Forte Coligny. O objetivo do forte era garantir a exploração do pau-Brasil, que tinha alto valor no mercado europeu.Os franceses nunca aceitaram o Tratado de Tordesilhas e, portanto, não reconheciam o direito atribuído à Portugal e Espanha em 1494. No momento em que os franceses invadiram a Baía da Guanabara vivenciavam um processo de centralização política, marcado pelas disputas religiosas entre católicos e huguenotes, sendo que muitos desses eram burgueses e estavam interessados na expansão comercial, com a conquista de novas terras e mercados, além de um local que servisse de refúgio.  Esta claro que o objetivo é econômico no sentido de se apropriar as terras e não apenas explora-las com companhias de comércio revendendo produtos.

ivafialho
Recebeu o sabre de luz
Recebeu o sabre de luz

Mensagens : 173
Data de inscrição : 03/04/2015
Idade : 21
Localização : salvador-Ba-Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum