Olá companheiro de fórum!



- queira, por favor, ler os regulamentos e postar de acôrdo com eles.


- observe que existem diversas seções e coloque sua questão no local correto.


- abra um tópico para cada questão - uma questão por tópico

Seja bem vindo!

Velocidade da reação

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Velocidade da reação

Mensagem por 88sude em Qua Fev 05 2014, 21:31

Olá,
Ao ver cinética química me deparei com o seguinte enunciado :
aX + bY ->cV + dE (etapa lenta)
V=k([X]^a)([Y]^b)
a questão é que em todos os problemas que eu vi ( em todos mesmo) os participantes eram todos gasosos ou líquidos/aquosos. Minha pergunta é : na equação da velocidade não entram substâncias sólidas? Eu sei que para calcular Kp e Kc o sólido é desconsiderado , mas não me faz sentido algum na equação da velocidade não entrar os sólidos, pois eles acabam definindo efetivamente a velocidade da reação ( mesmo achando que nesse caso o conceito de concentração molar  não fica muito bem aplicado aos sólidos).
Poderia entao os sólidos participarem da reação mas pela complexidade dos cálculos (já que não consigo associar concentração molar com compostos sólidos @.@) serem desprezados ou há outro motivo satisfatório?
Agradeço desde já !

88sude
Jedi
Jedi

Mensagens : 301
Data de inscrição : 04/02/2013
Idade : 21
Localização : Santo Andre, SP, Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Velocidade da reação

Mensagem por Gabriel Rodrigues em Sex Fev 07 2014, 19:57

Creio que seja por dois motivos:

- A concentração dos reagentes aparece na constante de velocidade. Porém, a concentração de reagentes sólidos é praticamente invariável, já que uma variação na massa leva a uma variação no volume. (mesmo motivo que explica o fato de sólidos não aparecerem em constantes de equilíbrio)

-Pela equação de Arrhenius, a constante de velocidade é dada por:

k = A . e^(-Ea/RT),

A - fator de frequência e geometria
Ea - energia de ativação
T - Temperatura

Os sólidos possuem uma temperatura pouco elevada. Se T é pequeno, k e consequentemente v também são pequenos.


Esses dois motivos meio que se fundem se analisarmos uma equação de velocidade integrada (de 1ª ordem, por exemplo):

ln {[Rt]/[Ro]} = -kt

[Rt] - concentração no instante t
[Ro] - concentração inicial
k - constante de velocidade
t - tempo decorrido

Se temos um sólido, essa concentração varia muito pouco, de modo que [Rt]/[Ro] = 1. Mas, se o logaritmando é igual a 1, o logaritmo é igual a zero. Assim, como t é diferente de zero, teriamos k = 0. Ou seja, a reação ia ficar "empacada".

 Very Happy

Gabriel Rodrigues
Matador
Matador

Mensagens : 1148
Data de inscrição : 08/02/2013
Idade : 19
Localização : São Carlos, SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum