Fenomenos de Transporte

Ir em baixo

Fenomenos de Transporte Empty Fenomenos de Transporte

Mensagem por Gui.cresser em Sex 28 Jun 2013, 18:28

Em uma indústria de engarrafamento de água mineral, a água de um reservatório de
grandes dimensões situado no piso inferior, deve ser recalcada, conforme mostra a figura, para alimentar a linha de engarrafamento. O diâmetro da tubulação de recalque é 1,6 cm. Considerando que a altura manométrica (HB) da bomba é 13 m e que a água se comporta como um fluido ideal, determine: (Considere o reservatório exposto à pressão atmosférica)
 
a) a vazão de água recalcada; (Resp.: 2,52 l/s)
b) o número de garrafões completos de 20 litros que podem ser cheios por hora; (Resp.: 453 garrafões)
Considere g=9,8 m/s2.Fenomenos de Transporte 09d3

Gui.cresser
iniciante

Mensagens : 16
Data de inscrição : 06/06/2013
Idade : 30
Localização : Uberaba

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fenomenos de Transporte Empty Re: Fenomenos de Transporte

Mensagem por priscillaengp em Qui 29 Maio 2014, 00:51

@Gui.cresser escreveu:Em uma indústria de engarrafamento de água mineral, a água de um reservatório de
grandes dimensões situado no piso inferior, deve ser recalcada, conforme mostra a figura, para alimentar a linha de engarrafamento. O diâmetro da tubulação de recalque é 1,6 cm. Considerando que a altura manométrica (HB) da bomba é 13 m e que a água se comporta como um fluido ideal, determine: (Considere o reservatório exposto à pressão atmosférica)
 
a) a vazão de água recalcada; (Resp.: 2,52 l/s)
b) o número de garrafões completos de 20 litros que podem ser cheios por hora; (Resp.: 453 garrafões)
Considere g=9,8 m/s2.Fenomenos de Transporte 09d3

priscillaengp
iniciante

Mensagens : 1
Data de inscrição : 29/05/2014
Idade : 37
Localização : juazeiro ,bahia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fenomenos de Transporte Empty Re: Fenomenos de Transporte

Mensagem por Wellington Fernandes Brum em Dom 05 Jun 2016, 19:49

Em uma indústria de engarrafamento de água mineral, a água de um reservatório de
grandes dimensões situado no piso inferior, deve ser recalcada, conforme mostra a figura, para alimentar a linha de engarrafamento. O diâmetro da tubulação de recalque é 1,6 cm. Considerando que a altura manométrica (HB) da bomba é 13 m e que a água se comporta como um fluido ideal, determine: (Considere o reservatório exposto à pressão atmosférica)
 
a) a vazão de água recalcada; (Resp.: 2,52 l/s)
b) o número de garrafões completos de 20 litros que podem ser cheios por hora; (Resp.: 453 garrafões)
Considere g=9,8 m/s2.Fenomenos de Transporte 09d3

Wellington Fernandes Brum
iniciante

Mensagens : 2
Data de inscrição : 05/06/2016
Idade : 42
Localização : Belo Horizonte, MG. Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fenomenos de Transporte Empty Re: Fenomenos de Transporte

Mensagem por Wellington Fernandes Brum em Dom 05 Jun 2016, 19:50

@priscillaengp escreveu:
@Gui.cresser escreveu:Em uma indústria de engarrafamento de água mineral, a água de um reservatório de
grandes dimensões situado no piso inferior, deve ser recalcada, conforme mostra a figura, para alimentar a linha de engarrafamento. O diâmetro da tubulação de recalque é 1,6 cm. Considerando que a altura manométrica (HB) da bomba é 13 m e que a água se comporta como um fluido ideal, determine: (Considere o reservatório exposto à pressão atmosférica)
 
a) a vazão de água recalcada; (Resp.: 2,52 l/s)
b) o número de garrafões completos de 20 litros que podem ser cheios por hora; (Resp.: 453 garrafões)
Considere g=9,8 m/s2.Fenomenos de Transporte 09d3
Gostaria muito de ver passo a passo o calculo da questão

Wellington Fernandes Brum
iniciante

Mensagens : 2
Data de inscrição : 05/06/2016
Idade : 42
Localização : Belo Horizonte, MG. Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fenomenos de Transporte Empty Re: Fenomenos de Transporte

Mensagem por michele Vianna em Seg 09 Set 2019, 10:19

ALguém tem a resoluçao dessa questao

michele Vianna
iniciante

Mensagens : 1
Data de inscrição : 09/09/2019
Idade : 34
Localização : niteroi

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fenomenos de Transporte Empty Re: Fenomenos de Transporte

Mensagem por Elias_engmec em Qui 12 Set 2019, 17:44

Fenomenos de Transporte Questa10
Acredito fortemente que a questão refere-se à imagem anexada acima.

Desse modo, considerando as informações contidas na imagem e no enunciado, segue abaixo a resolução:

#Partindo do princípio da equação de conservação de energia em sistemas hidráulicos, considerando as perdas e a energia adicional da bomba, temos:

 Z_1 + \frac{P_1}{\gamma} + \frac{V^2_1}{2g} + H_b - H_p = Z_2 + \frac{P_2}{\gamma} + \frac{V^2_2}{2g} (Eq.1)

Sendo Z a parcela equivalente à energia potencial - referente à altura dos pontos analisados;
P  a parcela equivalente à energia de pressão do sistema;
V a parcela equivalente à energia cinética - referente à velocidade de escoamento da água nos tubos;
H_b a parcela correspondente à energia adicionada ao sistema pela bomba;
H_p a parcela correspondente à energia dissipada em atrito pelo sistema;
\gamma é o peso específico da água;
g é a gravidade, que assumiremos como 9,81 m/s².

Analisando o sistema em questão, assumi o ponto 1 na superfície livre do reservatório e o ponto 2 na extremidade do tubo logo acima das garrafas;
Também adiciono como hipótese que iremos ignorar as perdas, fazendo a parcela H_p=0;
Outra hipótese a ser assumida, é que o reservatório é grande o suficiente para não haver redução significativa de volume, podendo desprezar o termo V_1;

Do enunciado, podemos obter a energia adicionada pela bomba H_b=13 m e também obter a diferença da energia potencial entre os pontos 1 e 2 = 5 m;
Também podemos notar que, o sistema está aberto para a atmosfera nas duas extremidades, logo, podemos assumir P1 = P2.


Desse modo, a Eq.1 torna-se:
 Z_1 + \frac{P_1}{\gamma} + 0 + H_b - 0 = Z_2 + \frac{P_2}{\gamma} + \frac{V^2_2}{2g} 

Devemos lembrar da equação para vazão de um fluido, sendo Q = VA, onde Q é a vazão, V é a velocidade do fluido e A é a área transversal do tubo no qual o fluido percorre.

Elias_engmec
iniciante

Mensagens : 2
Data de inscrição : 12/09/2019
Idade : 24
Localização : Paraná

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fenomenos de Transporte Empty Re: Fenomenos de Transporte

Mensagem por Elias_engmec em Qui 12 Set 2019, 17:44

Desse modo, iremos isolar V^2_2, assim:
 V^2_2 = 2*g(Z_1 - Z_2 + \frac{P_1}{\gamma} - \frac{P_2}{\gamma} + H_b)
 
Substituindo os valores:
 V^2_2 = 2*9,81(-5 + 0 + 13) Observe que o valor de -5 está sendo utilizado devido a ser Z1-Z2 e estou assumindo a referência do meu sistema como sendo a base do reservatório grande. Caso você opte por inverter o equacionamento, ficando Z2-Z1, o valor a ser utilizado é 5.
 V_2 = \sqrt{157}
logo, a velocidade da água na saída do tubo é  V_2 = 12,53 m/s 
 
Atente-se sempre para as unidades. Estou utilizando sempre como base o sistema SI.
 
Para encontrar a vazão, basta multiplicar a velocidade pela área transversal do tubo, que foi fornecida por meio do diâmetro no enunciado. Com o diâmetro sendo 0,016 m, obtém-se uma área de 0,00020096 m².
Q = (12,53 m/s) * (0,00020096 m²) = 0,002518 m³/s, que transformando para L/s é igual a 2,518 L/s ou aproximando, 2,52 L/s.(resposta da alternativa a).
 
Agora basta obter a vazão em L/h e dividir pelo volume dos vasilhames que se obterá o total de vasilhames cheios em uma hora.
 
Qualquer dúvida que restou, basta comentar!
 
Um abraço.

Elias_engmec
iniciante

Mensagens : 2
Data de inscrição : 12/09/2019
Idade : 24
Localização : Paraná

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fenomenos de Transporte Empty Re: Fenomenos de Transporte

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum