Olá companheiro de fórum!



- queira, por favor, ler os regulamentos e postar de acôrdo com eles.


- observe que existem diversas seções e coloque sua questão no local correto.


- abra um tópico para cada questão - uma questão por tópico

Seja bem vindo!

Conceito - Eletromagnetismo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Conceito - Eletromagnetismo

Mensagem por Diego_PR em Sex Ago 05 2011, 16:21

Não estou conseguindo compreender o efeito gerado por um imã, quando aproximado de uma expira (condutora).
A variação do fluxo magnético produz uma corrente induzida na bobina, certo? Entretanto a regra da mão esquerda para dF= Idl X B (produto vetorial ) ou seja formam 90º entre si.(suposição).
Se o campo aponta para o centro da espira(horizontal, quando aproximamos o imã), a corrente supostamente pra vertical (vetor tangente a espira), a força só poderá apontar no mesmo sentido da "força centrípeta".
Qual força então é responsável pelo aparecimento da corrente.
Poderiam me ajudar?

Diego_PR
iniciante
iniciante

Mensagens: 1
Data de inscrição: 02/08/2011
Idade: 28
Localização: Maringá - PR Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Conceito - Eletromagnetismo

Mensagem por Euclides em Sex Ago 05 2011, 19:33

Lei de Lenz


Enunciada pelo físico alemão H. F. E. Lenz em 1834, a lei que tem o seu nome afirma que a corrente induzida ocorre sempre de forma a contrariar a variação da grandeza que a produziu. Com essa lei, o sentido da corrente induzida é claramente definido.



Fig 01 Seja o exemplo da Figura 01 acima.

Desde que a área da espira é constante e o ângulo de incidência do movimento do ímã é também constante, pode-se supor a variação do fluxo magnético proporcional a um valor médio de campo magnético (B).

Após um intervalo de tempo Δt, o ímã é movimentado da posição 1 para a posição 2 e o campo magnético que atravessa a espira passa de B para B + ΔB porque há um maior número de linhas de indução por unidade de área para a posição mais próxima. Então a corrente induzida tem de produzir um campo B' oposto à variação, ou seja, B' = − ΔB. E o sentido da corrente i na espira pode ser facilmente deduzido pela regra da mão direita.

Essa lei é basicamente a conservação da energia aplicada ao fenômeno da indução magnética e pode ser vista de acordo com o primeiro princípio da Termodinâmica: a corrente que circula no circuito espira / galvanômetro produz calor porque a resistência dos condutores não é nula. Portanto, uma quantidade de trabalho equivalente dever ser fornecida pelo agente que movimenta o ímã. E esse trabalho deve vencer a repulsão do campo contrário B'. Se o sentido da corrente fosse oposto, haveria atração e nenhuma necessidade de trabalho fornecido, caracterizando o impossível moto perpétuo.

____________________________________________


Lembre-se de que os vestibulares têm provas de Português também! Habitue-se a escrever corretamente em qualquer circunstância!

O Universo das coisas que eu não sei é incomensuravelmente maior do que o pacotinho de coisas que eu penso que sei.

Euclides
Fundador
 Fundador

Mensagens: 20249
Data de inscrição: 07/07/2009
Localização: São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum