Ensaio sobre as vias filosóficas (free)

Ir em baixo

Ensaio sobre as vias filosóficas (free) Empty Ensaio sobre as vias filosóficas (free)

Mensagem por Diego A em Sex 25 Maio 2018, 14:38



Vi esse vídeo do Porta dos Fundos, e claro que se tratando de um vídeo de entretenimento não há aprofundamento algum, mas... acho que talvez seja didático o bastante para iniciar uma discussão sobre os filósofos citados e seus objetos de investigação. Espero que contribuam também! Very Happy

____________________________________________
*Se sua dúvida foi solucionada, marque o tópico como resolvido e agradeça quem ajudou.
*Não crie novo tópico para questão existente, comente junto dessa. (V)
*O enunciado da questão deve ser digitado. Também não são permitidos links externos para o enunciado e/ou para a resolução. (IX e X)

"A liberdade, se é que significa alguma coisa, significa o nosso direito de dizer às pessoas o que não querem ouvir."

Discussões no PiR2: Sexualidade - Foucault // Vias filosóficas
Diego A
Diego A
Monitor
Monitor

Mensagens : 1393
Data de inscrição : 20/04/2016
Idade : 23
Localização : Cascavel - PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ensaio sobre as vias filosóficas (free) Empty Re: Ensaio sobre as vias filosóficas (free)

Mensagem por EricFerro em Sab 26 Maio 2018, 19:28

É de fato é necessário antes conhecer Husserl, leia os textos introdutórios de Husserl sobre fenomenologia, tais como Meditações Cartesianas. Neste texto se encontra uma introdução muito básica a respeito do pensamento fenomenológico... Agora Heidegger você me pegou...

EricFerro
Recebeu o sabre de luz
Recebeu o sabre de luz

Mensagens : 145
Data de inscrição : 09/09/2017
Idade : 24
Localização : Goiânia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ensaio sobre as vias filosóficas (free) Empty Re: Ensaio sobre as vias filosóficas (free)

Mensagem por Diego A em Dom 27 Maio 2018, 08:31

Obrigado, man, vou ver se encontro o texto.

Em especial, o que me deixou interessado foi a ideia que eles deram de que você pode seguir por várias vias diferentes e encontrar ou estacionar/estagnar em posições diferentes, e até mesmo sem compreender o sentido da sua posição. Na esquete montada, ele estacionou em Lacan, sem compreender direito o sentido da filosofia deste, por isso não conseguia "avançar". Diversos comentários do vídeo expõem algo parecido - acho incrível:

"Mano, você está em vias bastante obscuras. Creio que o melhor caminho a ser tomado é dar marcha ré, voltar um pouco, e então tomar o rumo do racionalismo, cruzando o empirismo no Bairro do Iluminismo, depois pegar pela Avenida da Filosofia Analítica, passando ali pela rua Frege e Bertrand Russell, mas cuidado com o Wittgenstein. Esta última é uma rua complicadíssima! Depois que passar por essa, aí você encontra Carnap e talvez encontre ali uma maneira de chegar em Heidegger."

Esse outro me fez pensar que as vezes você pode se encontrar com uma dessas teorias e seguir sua vida, outras poderão te fazer sentir em beira de um abismo  Mad

"Faz o seguinte, pega Imanuel Kant com seu conceito de ética Imperativa Categórica, fuja da ética Utilitarista de Jeremy Benthan e de John Stuart Mill pois muitas das vezes você poderá encontrar conflitos nestas searas e correr risco de vida desnecessariamente. Continua reto com o Imperativo Categórico, vire à direita na Ação Humana de Mises, siga em frente com Caminho da Servidão de Hayek, você passará em frente à várias empresas de impressoras, bancos e casas da moeda imprimindo dinheiro pra "estimular" e economia e com seu "programa monetário"... NÃO OLHE pra eles, siga em frente, não passe perto. Você vai encontrar uma saída em Murray Rothbard, esquina com Hans Hermann Hoppe com uma placa bem grande escrita "DEMOCRACIA: O Deus que Falhou" e pronto. Você chegou no seu destino e saiu da crise."

Desculpe-me se estiver levando essa discussão por vias periféricas, mas é que ainda estou tentando entender a teoria desses homens...

____________________________________________
*Se sua dúvida foi solucionada, marque o tópico como resolvido e agradeça quem ajudou.
*Não crie novo tópico para questão existente, comente junto dessa. (V)
*O enunciado da questão deve ser digitado. Também não são permitidos links externos para o enunciado e/ou para a resolução. (IX e X)

"A liberdade, se é que significa alguma coisa, significa o nosso direito de dizer às pessoas o que não querem ouvir."

Discussões no PiR2: Sexualidade - Foucault // Vias filosóficas
Diego A
Diego A
Monitor
Monitor

Mensagens : 1393
Data de inscrição : 20/04/2016
Idade : 23
Localização : Cascavel - PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ensaio sobre as vias filosóficas (free) Empty Re: Ensaio sobre as vias filosóficas (free)

Mensagem por EricFerro em Qua 30 Maio 2018, 17:57

Com relação a Wittgenstein, a sua segunda fase é mais simples, era contida em um livro chamado "Investigações Filosóficas", onde ele expõe sua influente doutrina do significado enquanto uso em um contexto. Talvez seja a teoria semântica mais influente do ocidente.
A sua primeira fase é muito complicada, se quiser compreendê-la eu te aconselharia a pegar algumas aulas na internet (youtube) sobre o Tractatus Logico Philosophicus, pois tentar lê-la sem um professor é extremamente complicado (ao menos ao meu ver).

Mas antes leia os artigos de Frege, ao menos um chamado "Sobre o Sentido e a Referência", é o artigo que marca o nascimento da filosofia da linguagem.

Depois leia alguns artigos de Russell, como o "Da Denotação".

Pegue algumas aulas sobre lógica, desde a lógica clássica aristotélica, até a lógica de Frege, e a de Russell. Só assim poderá compreender todas essas obras e artigos supraferidos...

EricFerro
Recebeu o sabre de luz
Recebeu o sabre de luz

Mensagens : 145
Data de inscrição : 09/09/2017
Idade : 24
Localização : Goiânia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ensaio sobre as vias filosóficas (free) Empty Re: Ensaio sobre as vias filosóficas (free)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum