Sistema carcerário brasileiro

Ir em baixo

Sistema carcerário brasileiro Empty Sistema carcerário brasileiro

Mensagem por Melkor256 em Ter 17 Out 2017, 06:52

                Equivocado e pouco racional. Essa é a adjetivação perfeita para o sistema carcerário brasileiro. Embora exista a crença popular de que um maior número de presos implica em um ambiente urbano mais seguro, mas a verdade é que isso só vem gerando um índice de criminalidade ainda maior. Sendo assim, é necessário que haja uma educação mais adequada nas prisões, mas também novas leis para aqueles que esperam por julgamento.
                Ademais, boa parte daqueles que estão nas prisões brasileiras necessitam de urgentemente de uma educação suficientemente boa para qualquer cidadão. Isso pode ser visto nas revoluções industriais, na qual os indivíduos com baixa escolaridade praticavam atos ilícitos como uma forma de sobreviver. Além disso, para Immanuel Kant, o homem é aquilo que a educação o faz. Dessa forma, caso a educação prisional não seja levada a sério, o Brasil continuará possuindo um dos maiores índices de pessoas presas.
                Ainda, precisa-se reformular o atual sistema de julgamentos, pois é uma das causas para a superlotação dos presídios. O Infopen, divulgou em 2014, dados que mostram que o Brasil chegou a quantidade de 607,7 mil pessoas presas, na qual 41% desses estão aguardando julgamento. Uma vez que há um grande clamor público por uma maior quantidade de pessoas ilegítimas nas prisões. Desse modo, nota-se a necessidade de uma reformulação do código penal para melhorar as condições daqueles que estão nas celas.

                Portanto, imprescindível que, diante dos argumentos expostos, todos se conscientizem que o sistema carcerário brasileiro necessita de diversas mudanças. Logo, o Ministério da Educação deve instituir escolas de tempo integral nas prisões, do ensino fundamental ao médio, proporcionando aquilo que os detentos não tiveram oportunidade no mundo externo. Ademais, o Governo Federal deverá criar uma carteira de identidade especial àqueles que esperam por julgamento, permitindo-os executar as tarefas cotidianas, mas com algumas restrições quanto à viagens a um outro estado ou país. Assim, será possível haver um sistema prisional verdadeiramente eficaz.

Melkor256
iniciante

Mensagens : 6
Data de inscrição : 19/08/2017
Idade : 21
Localização : Recife

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sistema carcerário brasileiro Empty Re: Sistema carcerário brasileiro

Mensagem por EricFerro em Qua 18 Out 2017, 00:48

@Melkor256 escreveu:

Ok, vamos por partes, corrigirei cada parágrafo por vez.

               
a) Equivocado e pouco racional. Essa é a adjetivação perfeita para o sistema carcerário brasileiro. Embora(¹) exista a crença popular de que um maior número de presos implica em um ambiente urbano mais seguro, mas a verdade é que isso só vem gerando um índice de criminalidade ainda maior. Sendo assim, é necessário que haja uma educação mais adequada nas prisões, mas também novas leis para aqueles que esperam por julgamento(²).

Comentários:

1) Lembre-se, conjunções são conectivos utilizados especificamente para unir duas ou mais orações em um período composto, portanto, não podem iniciar sentenças, logo, sua sentença "Embora exista..." está gramaticalmente incorreta. Estude sobre conjunções e sobre esta regra. O correto seria "Essa..., embora..."

2) Um, interessante como você inicia este primeiro parágrafo, de fato me encantei ao inciar a leitura dele, parecia até mesmo um trecho de algum jornalista notável, porém você comete um erro de incoerência textual durante a finalização de seu parágrafo primeiro. Lembre-se, coerência textual é a rede de conexões lógicas existentes entre as informações contidas em cada uma das sentenças e parágrafos de um texto. Por exemplo: se temos um texto que se inicia com a sentença "As maçãs são vermelhas e não-vermelhas", cometemos um erro de incoerência logo no início, pois é uma contradição (algo ilógico) supor alguma coisa ser e não-ser uma mesma coisa.

Bem, mas onde está a incoerência no seu primeiro parágrafo? Bom, ao finalizar seu primeiro parágrafo, você utilizou uma sentença conclusiva, ou seja, você concluiu algo, a saber: 'que é necessário que haja uma educação mais adequada nas prisões, mas também novas leis para aqueles que esperam julgamentos', sem mostrar os argumentos anteriores (as informações anteriores) que o levaram a essas conclusões. Em outras palavras, tudo o que você diz antes é que o sistema carcerário brasileiro é irracional e equivocado, e que existe uma crença popular errada sobre ele (chamemos isso de 'A'), mas você não dá nenhuma informação que te permite ir  de A para B= 'Sendo assim, é necessário...'. Espero que você me entenda, eu quero dizer que no seu parágrafo é como se você tivesse dito "O Pelé é o maior jogador de futebol da história do futebol, logo a Lua é o satélite da Terra" (novamente aqui não há conexões lógicas entre A e B).

__________//_________
b) Ademais, boa parte daqueles que estão nas prisões brasileiras necessitam de urgentemente de uma educação suficientemente boa para qualquer cidadão(¹). Isso pode ser visto nas revoluções industriais, na qual os indivíduos com baixa escolaridade praticavam atos ilícitos como uma forma de sobreviver(²). Além disso, para Immanuel Kant, o homem é aquilo que a educação o faz(³). Dessa forma, caso a educação prisional não seja levada a sério, o Brasil continuará possuindo um dos maiores índices de pessoas presas(¹²).

Comentários: 

1) Bem, leia você mesmo essa sentença e me diga se consegue entendê-la, pois eu mesmo não entendi nada. Despensa até mesmo de correção, está absurda. Acho que o que você quis dizer é: 'necessitam urgentemente de uma educação que satisfaça ao princípio da isonomia---o princípio constitucional segundo o qual todos os cidadãos brasileiros são iguais perante a lei e, portanto, possuem os mesmos direitos e deveres---pois um dentento não está destituído de sua condição de cidadão, mas apenas de sua liberdade provisoriamente, portanto é um direito dele receber uma educação de qualidade...etc..."

2) Hmm...Novamente um erro de incoerência, pois não há uma conexão lógica explícita em seus argumentos que o levem a relacionar revolução industrial e a situação carcerária brasileira. Leia seu texto e me diga se concorda comigo nesta parte...Não há uma conexão lógica entre 'Ademais, boa parte...' e 'Isso pode ser...', e mesmo que exista um pouco ela está confusa e não explícita.

3) Hm...Interessante seu erro nesta parte, de fato Immanuel Kant defendia essa ideia, porém a forma como você expôs isso o levou a cometer um erro lógico-argumentativo chamado de 'argumento de autoridade', é um erro caracterizado pela ausência de argumentos lógicos que são substituídos por apelo às autoridades intelectuais a fim de se fundamentar uma determinada conclusão. Em outras palavras, você não pode sustentar seu argumento só baseado no fato de que Kant (um Gênio da filosofia) defendia ele, você deve mostrar o porquê Kant defendia este argumento e mostrar o porquê você concorda com ele, ou pelo menos citar a razão de Kant defender este argumento, assim você terá substituído uma autoridade por uma ideia genuinamente.  Caso esteja curioso para saber mais a repespeito deste erro eis o link: https://pt.wikipedia.org/wiki/Argumentum_ad_verecundiam

12) Novamente um erro de incoerência, pois existe uma certa conexão, mas ela não está claramente explicitada.


______________//___________
c) Ainda, precisa-se reformular o atual sistema de julgamentos, pois é uma das causas para a superlotação dos presídios. O Infopen, divulgou em 2014, dados que mostram que o Brasil chegou a quantidade de 607,7 mil pessoas presas, na qual(¹) 41% desses estão aguardando julgamento. Uma vez que há um grande clamor público por uma maior quantidade de pessoas ilegítimas nas prisões(²). Desse modo, nota-se a necessidade de uma reformulação do código penal para melhorar as condições daqueles que estão nas celas(³).

Comentários: 

1) O correto seria: 'dentro os quais', pois 'na qual = 'em+a qual', e 'presos' é um substantivo masculino.

2) Nossa, realmente despensa comentários, de onde vem essa conclusão 'Uma vez...' ???

3) Levemente incoerente. Você cometeu aqui uma petição de princípio, ou seja, você utilizou a premissa 'Ainda, precisa-se reformular o atual sistema de julgamentos, pois é uma das causas para a superlotação dos presídios' e depois concluiu a partir disso 'Desse modo, nota-se a necessidade de uma reformulação do código penal para melhorar as condições daqueles que estão nas celas'. Bom, é como se você tivesse dito 'Napoleão possui um cavalo e, logo, Napoleão possui um cavalo!'. Sem contar o fato de que o código penal define apenas crimes e penas, é o código de processo penal (se não me engano) que define como será o julgamento, etc. Petição é um erro de circularidade, é como se você partisse de A para chegar a A e, logo, não chega a lugar algum diferente do lugar de onde se partiu.

_____________//____________

d) Portanto, imprescindível que, diante dos argumentos expostos, todos se conscientizem que o sistema carcerário brasileiro necessita de diversas mudanças. Logo, o Ministério da Educação deve instituir escolas de tempo integral nas prisões, do ensino fundamental ao médio, proporcionando aquilo que os detentos não tiveram oportunidade no mundo externo(¹). Ademais, o Governo Federal deverá criar uma carteira de identidade especial àqueles que esperam por julgamento, permitindo-os executar as tarefas cotidianas, mas com algumas restrições quanto à (às) viagens a um outro estado ou país. Assim, será possível haver um sistema prisional verdadeiramente eficaz.

Comentários:

1) Nossa! Então você já pressupõe que os presos são pessoas pobres e marginalizadas que não tiveram oportunidades de acesso a serviços de educação de qualidade e, por isso, foram levados a uma vida de crime? Porém há um erro aqui. As pessoas livres, ou seja, o conjunto de todos os cidadãos brasileiros não-presos, também não devem ter acesso a educação pública de qualidade e, portanto, os presos não deveriam ter tido acesso anteriormente (antes de terem cometido crimes e serem presos)? Entende onde eu quero chegar? O correto seria: "Logo, o Estado deve investir em políticas públicas, principalmente em melhorias na educação pública, afim de garantir que classes menos privilegiadas possam ter as mesmas oportunidades de classes abastadas e, portanto, provocando em longo prazo uma distribuição de renda...etc.."

Bom, eu encerro aqui, espero suas respostas caso não tenha concordado com algo ou visto algum erro em minha tentativa de correção...













EricFerro
Recebeu o sabre de luz
Recebeu o sabre de luz

Mensagens : 145
Data de inscrição : 09/09/2017
Idade : 24
Localização : Goiânia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sistema carcerário brasileiro Empty Re: Sistema carcerário brasileiro

Mensagem por Melkor256 em Qua 18 Out 2017, 14:39

Bom, eu concordo com todos os erros que você selecionou, depois de uma releitura percebi os graves descuidos de coerência e coesão, muito obrigado por ter abdicado um pouco de seu tempo para corrigir essa redação. Very Happy

Melkor256
iniciante

Mensagens : 6
Data de inscrição : 19/08/2017
Idade : 21
Localização : Recife

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sistema carcerário brasileiro Empty Re: Sistema carcerário brasileiro

Mensagem por EricFerro em Qua 18 Out 2017, 17:59

Fico feliz por ter sido útil meu querido.

EricFerro
Recebeu o sabre de luz
Recebeu o sabre de luz

Mensagens : 145
Data de inscrição : 09/09/2017
Idade : 24
Localização : Goiânia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sistema carcerário brasileiro Empty Re: Sistema carcerário brasileiro

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum