Olá companheiro de fórum!



- queira, por favor, ler os regulamentos e postar de acôrdo com eles.


- observe que existem diversas seções e coloque sua questão no local correto.


- abra um tópico para cada questão - uma questão por tópico

Seja bem vindo!

Reforma do EM e os vestibulares

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Reforma do EM e os vestibulares

Mensagem por VioletChachki em Qua Nov 30 2016, 20:39

Boa noite, gente. Desde que começaram a sair as informações da proposta de reforma do Ensino Médio me atentei pra alguns detalhes, inclusive um pensamento em partes bastante egoísta.. vocês acham que com uma carga horária maior nas escolas a competitividade nos vestibulares mais concorridos pode deixar à margem dos vestibulares aqueles que concluíram o ensino médio antes da reforma? Ou vocês acreditam que, por não reinventarem a roda e nem a ciência, isso pode não interferir tanto? Não vou mentir... É algo que me preocupa. Apesar da necessidade de mudança do ensino médio, é uma maior preparação para meus futuros concorrentes.. o que pode fazer o caminho se tornar ainda mais difícil.

VioletChachki
Recebeu o sabre de luz
Recebeu o sabre de luz

Mensagens : 131
Data de inscrição : 02/06/2016
Idade : 22
Localização : Goiânia, GO, Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reforma do EM e os vestibulares

Mensagem por SCOFIELD em Qua Nov 30 2016, 20:57

Na minha opinião, o ensino nas escolas públicas é péssimo e, com a reforma, continuará sendo péssimo. Portanto, ouso dizer que não fará diferença alguma na concorrência. Não obstante, em relação às escolas particulares (ampla concorrência), não posso opinar, uma vez que nunca frequentei uma.

SCOFIELD
Jedi
Jedi

Mensagens : 251
Data de inscrição : 11/05/2014
Idade : 20
Localização : ES

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reforma do EM e os vestibulares

Mensagem por Henrique92 em Qua Nov 30 2016, 21:39

SCOFIELD escreveu:Na minha opinião, o ensino nas escolas públicas é péssimo e, com a reforma, continuará sendo péssimo. Portanto, ouso dizer que não fará diferença alguma na concorrência. Não obstante, em relação às escolas particulares (ampla concorrência), não posso opinar, uma vez que nunca frequentei uma.

Fato. Tem, a propósito, uma pesquisa que diz que uma carga horária maior não resultou em mais rendimento. 

O maior problema no ensino público, creio eu, é o engessamento do plano de ensino. Não há qualquer revisão durante o curso, o que é um erro crasso. Dessa forma, aquele aluno que passa sem saber nada, continua sem saber e não tem estrutura suficiente para avançar no seu aprendizado.

Privatização urgente da saúde e educação.

Henrique92
Padawan
Padawan

Mensagens : 68
Data de inscrição : 21/01/2016
Idade : 24
Localização : Cuiabá

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reforma do EM e os vestibulares

Mensagem por Motteitor em Qui Dez 01 2016, 09:39

Estudei em escola pública quase a vida inteira e concordo que com ou sem reforma nada mudará. Se mudar, será bem pouco, o problema está, de forma intrínseca, nos próprios alunos, a maioria é desinteressada.
Além disso vem a explosão de assuntos em cima de você, na maioria das vezes acabamos aprendendo nada de muita coisa.
Adicionamos a isso os "alunos" miseráveis que só pensam em atrapalhar as aulas, a briga do professor com esses alunos acaba tomando a metade do tempo e quando você vê, a aula inteira foi treta de professor com aluno. 

Ao meu ver, era preciso uma estratégia para despertar interesse verdadeiro nos alunos, coisa que deve ser bem complicada de se fazer.

Motteitor
Padawan
Padawan

Mensagens : 84
Data de inscrição : 06/04/2016
Idade : 19
Localização : Goiânia, Goiás, Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reforma do EM e os vestibulares

Mensagem por Motteitor em Qui Dez 01 2016, 10:00

Henrique92 escreveu:
Privatização urgente da saúde e educação.
Imagine um sistema parecido com o Fies, mas para escolas do ensino médio. O governo faria um acordo com escolas privadas, reduzindo seus impostos para tornarem as mensalidades mais baratas na negociação. É claro, isso iria requerer um gasto mensal por aluno maior do que o atual sistema público, se não me engano em 2015 o governo gastou 212R$ e uns quebrados por mês com cada aluno. Acredito que o gasto seria maior no caso de acordo com escolas privadas.

Se isso desse certo, teríamos muitos filhos de pobres estudando na mesma escola de filhos ricos, soma-se a isso a liberdade de escolha das escolas, essa concorrência seria ainda melhor. Teríamos uma briga de mercado que só beneficiaria os consumidores do serviço.

Isso só daria certo se tivéssemos uma situação de pleno emprego, crescimento econômico positivo e corruptos desgraçados na cadeia já que os gastos do governo aumentariam substancialmente.

Enfim, é só uma ideia que poderia ser aprimorada.

Motteitor
Padawan
Padawan

Mensagens : 84
Data de inscrição : 06/04/2016
Idade : 19
Localização : Goiânia, Goiás, Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reforma do EM e os vestibulares

Mensagem por Diego Matheus em Qui Dez 01 2016, 10:00

COMO É HOJEO QUE O PLANO PROPÕEVANTAGENSENTRAVES
Carga horária mínima é de 800 horas anuais (ensino parcial)Grade será ampliada gradualmente para 1.400 horas anuais (ensino integral)Há evidências de que a carga expandida melhora o desempenho dos alunosModalidade integral requer um bom projeto pedagógico e gastos maiores
Alunos cursam 13 disciplinas obrigatórias nos três anosSó parte da grade será igual para todos; depois, aluno poderá se aprofundar em: linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas e/ou ensino técnicoFlexibilizar a grade dá autonomia e atrai os adolescentesOferta de habilitações pode ser desigual entre escolas e redes
Ensino médio é dividido, em geral, em três anosEscolas poderão adotar sistema de créditos em algumas disciplinasMedida também dá mais liberdade ao estudanteMudança depende de uma organização complexa das redes
Redes só contratam professores que passaram por cursos de formação de professoresPoderão ser contratados professores sem concurso e por notório saber para atender cursos técnicosAção ajuda a suprir demanda de professores na ampliação da modalidadeQualidade dos profissionais e do ensino técnico pode diminuir
Educação física e artes eram obrigatórias em todo o ensino básicoDisciplinas deixam de ser obrigatórias no ensino médio; carga horária fica a cargo das redes e escolasDiminui o número de disciplinas obrigatórias; conteúdos devem ser contemplados na Base Nacional Comum CurricularPrejudica a formação cultural e a saúde dos estudantes
Governo federal tinha programas menores de incentivo ao ensino integralUnião dará aporte financeiro por quatro anos a escola que introduzir a modalidadeInvestimento incentiva instituições a aderirem ao ensino integralGoverno, que diz que valor vai depender da disponibilidade orçamentária, vive momento de cortes
Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/educacao/2016/09/1815828-novo-ensino-medio-usa-meta-antiga-e-exclui-artes-e-educacao-fisica.shtml

Diego Matheus
Clube da Redação
Clube da Redação

Mensagens : 484
Data de inscrição : 20/04/2016
Idade : 20
Localização : Cascavel - PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reforma do EM e os vestibulares

Mensagem por Diego Matheus em Qui Dez 01 2016, 10:27

Posso estar enganado, mas observem os seguintes pontos:

- Grade será ampliada gradualmente para 1.400 horas anuais
aprofundar em: linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas e/ou ensino técnico
- Poderão ser contratados professores sem concurso e por notório saber para atender cursos técnicos
- Disciplinas deixam de ser obrigatórias no ensino médio; carga horária fica a cargo das redes e escolas

Vamos lá, pelo que percebemos os objetivos serão desenvolver o ensino técnico e científico, para isso é preciso de pessoal especializado, de flexibilidade nas grades - conforme cada município, o que dá indícios de que se pretender para cada escola oferecer conteúdos mais relacionados ao tipo de atividade industrial/comercial da cidade onde ela está situada, ou seja, em alguns lugares você vai encontrar escolas com níveis avançados em informática, por exemplo, e em outras você vai encontrar maior desenvolvimento em química, por exemplo, isso devido a oferta de profissionais.

Isso traz suas consequências, olhem os pontos:

- Prejudica a formação cultural e a saúde dos estudantes
- Qualidade dos profissionais e do ensino técnico pode diminuir

Claramente, se observa que se almeja atingir níveis competitivos internacionais e de mercado, reduzindo as ações sociais dos cidadãos. O que vai acontecer? O que sempre acontece quando o governo se abstém da formação cultural de um povo: o ensino informal irá atuar sobre essa sociedade, ou seja, a criminalidade, a igreja, a polícia, Ong's, a família, etc. Neste mundo que vivemos, aquele que, dentre os citei e tantos outros, sobressair-se terá maior influência social.

Retrocesso social e avanço econômico, não se assustem quando esse pessoal tiver glorificando o rápido crescimento da economia, foi pisoteando seu povo que construíram as bases para essa alavancagem. Contudo, e pior, não poderão ir longe, a economia não está totalmente desvinculada das pessoas, assim sem crescimento social há de se chegar a um ponto em que se atinge um certo equilíbrio, mas quando perceberem isso, de quem será a culpa? Dos cidadãos mau educados... o que fazer? Segregacionismo, exclusão, vamos fechar as portas para os pobres, construir muros e negar a imigração.

Diego Matheus
Clube da Redação
Clube da Redação

Mensagens : 484
Data de inscrição : 20/04/2016
Idade : 20
Localização : Cascavel - PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reforma do EM e os vestibulares

Mensagem por VioletChachki em Qui Dez 01 2016, 12:44

Motteitor escreveu:
Henrique92 escreveu:
Privatização urgente da saúde e educação.
Imagine um sistema parecido com o Fies, mas para escolas do ensino médio. O governo faria um acordo com escolas privadas, reduzindo seus impostos para tornarem as mensalidades mais baratas na negociação. É claro, isso iria requerer um gasto mensal por aluno maior do que o atual sistema público, se não me engano em 2015 o governo gastou 212R$ e uns quebrados por mês com cada aluno. Acredito que o gasto seria maior no caso de acordo com escolas privadas.

Se isso desse certo, teríamos muitos filhos de pobres estudando na mesma escola de filhos ricos, soma-se a isso a liberdade de escolha das escolas, essa concorrência seria ainda melhor. Teríamos uma briga de mercado que só beneficiaria os consumidores do serviço.

Isso só daria certo se tivéssemos uma situação de pleno emprego, crescimento econômico positivo e corruptos desgraçados na cadeia já que os gastos do governo aumentariam substancialmente.

Enfim, é só uma ideia que poderia ser aprimorada.
Isso seria no mínimo estranho... porque o padrão de reconhecimento que as universidades públicas têm é diferente do padrão das escolas públicas. Seria como se o governo aceitasse que as escolas públicas são uma porcaria e mandasse as crianças pra escola particular.. ao invés de mudar a escola pública. Enquanto no caso das universidades, a prioridade é a pública, mas a maioria recorre às particulares através dos métodos alternativos de seleção... sei lá, e a ideia faz sentido, mas a interpretação disso seria bizarra

VioletChachki
Recebeu o sabre de luz
Recebeu o sabre de luz

Mensagens : 131
Data de inscrição : 02/06/2016
Idade : 22
Localização : Goiânia, GO, Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reforma do EM e os vestibulares

Mensagem por VioletChachki em Qui Dez 01 2016, 12:52

Aqui professor de biologia, física e química são pouquíssimos... ou isso vai fazer gerar mais emprego ou as escolas vão optar pelas outras áreas fora da natureza. O que pra mim vai ficar muito segregado... As pessoas imaginam que vai virar um mundo lindo... mas se esquecem de: se uma cidade A oferece curso técnico, matemática e humanas e na capital oferecem todas, os alunos de interior (A) estarão menos aptos pra tentar uma vaga em medicina? Porque por mais que o básico de tudo tenha que ser visto por todos, aquele que vê de forma mais intensa os conteúdos da área da natureza vai estar mais apto.. Bom, são muitos levantamentos...

VioletChachki
Recebeu o sabre de luz
Recebeu o sabre de luz

Mensagens : 131
Data de inscrição : 02/06/2016
Idade : 22
Localização : Goiânia, GO, Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reforma do EM e os vestibulares

Mensagem por Diaz em Qui Dez 01 2016, 15:16

Diego Matheus escreveu:Posso estar enganado, mas observem os seguintes pontos:

- Grade será ampliada gradualmente para 1.400 horas anuais
aprofundar em: linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas e/ou ensino técnico
- Poderão ser contratados professores sem concurso e por notório saber para atender cursos técnicos
- Disciplinas deixam de ser obrigatórias no ensino médio; carga horária fica a cargo das redes e escolas

Vamos lá, pelo que percebemos os objetivos serão desenvolver o ensino técnico e científico, para isso é preciso de pessoal especializado, de flexibilidade nas grades - conforme cada município, o que dá indícios de que se pretender para cada escola oferecer conteúdos mais relacionados ao tipo de atividade industrial/comercial da cidade onde ela está situada, ou seja, em alguns lugares você vai encontrar escolas com níveis avançados em informática, por exemplo, e em outras você vai encontrar maior desenvolvimento em química, por exemplo, isso devido a oferta de profissionais.

Isso traz suas consequências, olhem os pontos:

- Prejudica a formação cultural e a saúde dos estudantes
- Qualidade dos profissionais e do ensino técnico pode diminuir

Claramente, se observa que se almeja atingir níveis competitivos internacionais e de mercado, reduzindo as ações sociais dos cidadãos. O que vai acontecer? O que sempre acontece quando o governo se abstém da formação cultural de um povo: o ensino informal irá atuar sobre essa sociedade, ou seja, a criminalidade, a igreja, a polícia, Ong's, a família, etc. Neste mundo que vivemos, aquele que, dentre os citei e tantos outros, sobressair-se terá maior influência social.

Retrocesso social e avanço econômico, não se assustem quando esse pessoal tiver glorificando o rápido crescimento da economia, foi pisoteando seu povo que construíram as bases para essa alavancagem. Contudo, e pior, não poderão ir longe, a economia não está totalmente desvinculada das pessoas, assim sem crescimento social há de se chegar a um ponto em que se atinge um certo equilíbrio, mas quando perceberem isso, de quem será a culpa? Dos cidadãos mau educados... o que fazer? Segregacionismo, exclusão, vamos fechar as portas para os pobres, construir muros e negar a imigração.

Artes e formação cultural. Eu creio que sinceramente caso tirem artes (como é ensinada hoje) será um tanto fez, tanto faz. Para mim deveria ser opcional e com várias modalidades dentro das ''artes''. Por exemplo o aluno poder optar entre estudar história da arte, teatro, cinema, música e outros. Artes como é ensinada hoje nas escolas é muito desinteressante e precária. Eu mesmo tive somente história da arte dentro da disciplina de ''Artes'' no ensino médio. É inegável que filosofia, sociologia, artes e educação física se tornaram as famosas ''matérias migué'' e o que eu vejo é muita hipocrisia de ''estudantes'' que defendem tanto a permanência de tais matérias, porém não conseguem citar 3 filósofos brasileiros que estão vivos ou que não sabem nem o que é ''mais-valia'' ou pior dormiam nas aulas de tais matérias no ensino médio. Eu até achei essa reforma no geral ''boa'', porém é muita utopia que vá funcionar no Brasil. Eu acredito muito mais na eficiência do sistema de vouchers.

Diaz
Mestre Jedi
Mestre Jedi

Mensagens : 670
Data de inscrição : 22/02/2015
Idade : 19
Localização : Manaus, Amazonas, Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reforma do EM e os vestibulares

Mensagem por SCOFIELD em Qui Dez 01 2016, 15:42

VioletChachki escreveu:Aqui professor de biologia, física e química são pouquíssimos... ou isso vai fazer gerar mais emprego ou as escolas vão optar pelas outras áreas fora da natureza. O que pra mim vai ficar muito segregado... As pessoas imaginam que vai virar um mundo lindo... mas se esquecem de: se uma cidade A oferece curso técnico, matemática e humanas e na capital oferecem todas, os alunos de interior (A) estarão menos aptos pra tentar uma vaga em medicina? Porque por mais que o básico de tudo tenha que ser visto por todos, aquele que vê de forma mais intensa os conteúdos da área da natureza vai estar mais apto.. Bom, são muitos levantamentos...
Você se refere às escolas particulares, não é?
Em escola pública o aluno que, por ventura, aprender o conteúdo, é por mérito próprio, haja vista que os professores NÃO TRABALHAM. Ou seja, as "aulas" são inúteis e, com uma maior carga horária, ter-se-á o dobro de "aulas" inúteis!

SCOFIELD
Jedi
Jedi

Mensagens : 251
Data de inscrição : 11/05/2014
Idade : 20
Localização : ES

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reforma do EM e os vestibulares

Mensagem por VioletChachki em Qui Dez 01 2016, 16:01

SCOFIELD escreveu:
VioletChachki escreveu:Aqui professor de biologia, física e química são pouquíssimos... ou isso vai fazer gerar mais emprego ou as escolas vão optar pelas outras áreas fora da natureza. O que pra mim vai ficar muito segregado... As pessoas imaginam que vai virar um mundo lindo... mas se esquecem de: se uma cidade A oferece curso técnico, matemática e humanas e na capital oferecem todas, os alunos de interior (A) estarão menos aptos pra tentar uma vaga em medicina? Porque por mais que o básico de tudo tenha que ser visto por todos, aquele que vê de forma mais intensa os conteúdos da área da natureza vai estar mais apto.. Bom, são muitos levantamentos...
Você se refere às escolas particulares, não é?
Em escola pública o aluno que, por ventura, aprender o conteúdo, é por mérito próprio, haja vista que os professores NÃO TRABALHAM. Ou seja, as "aulas" são inúteis e, com uma maior carga horária, ter-se-á o dobro de "aulas" inúteis!
A comparação pode ser feita dentre as particulares ou dentre as públicas. Existem públicas muito boas.. Até hoje me arrependo por não ter estudado no IF.. Todo mundo que estuda lá sai com um conhecimento maior do que a maioria das particulares que só segregam a população por classe social. Estudei em uma, que por exemplo, era a nível de escola pública boa de capital. Nunca que ela conseguiria bater uma grande escola dessas que aprovam 80% do terceiro ano nos cursos de medicina

VioletChachki
Recebeu o sabre de luz
Recebeu o sabre de luz

Mensagens : 131
Data de inscrição : 02/06/2016
Idade : 22
Localização : Goiânia, GO, Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reforma do EM e os vestibulares

Mensagem por SCOFIELD em Qui Dez 01 2016, 16:13

Diaz escreveu:Artes e formação cultural. Eu creio que sinceramente caso tirem artes (como é ensinada hoje) será um tanto fez, tanto faz. Para mim deveria ser opcional e com várias modalidades dentro das ''artes''. Por exemplo o aluno poder optar entre estudar história da arte, teatro, cinema, música e outros. Artes como é ensinada hoje nas escolas é muito desinteressante e precária. Eu mesmo tive somente história da arte dentro da disciplina de ''Artes'' no ensino médio. É inegável que filosofia, sociologia, artes e educação física se tornaram as famosas ''matérias migué'' e o que eu vejo é muita hipocrisia de ''estudantes'' que defendem tanto a permanência de tais matérias, porém não conseguem citar 3 filósofos brasileiros que estão vivos ou que não sabem nem o que é ''mais-valia'' ou pior dormiam nas aulas de tais matérias no ensino médio. Eu até achei essa reforma no geral ''boa'', porém é muita utopia que vá funcionar no Brasil. Eu acredito muito mais na eficiência do sistema de vouchers.
Na minha escola funcionava da seguinte forma:

Artes: cores primárias, secundárias, terciárias, desenhos pontilhados, colorir desenhos com giz de cera e coisas do tipo;
Educação física: jogar bola ou dormir;
Sociologia: três anos inteiros, basicamente, repetindo a definição de sociologia feita pelo Durkheim;
Filosofia: o professor TODA VEZ coloca videoaulas e dormia na sala de aula.
Além disso, nas aulas de português, o professor, simplesmente, sentava na cadeira e mandava os alunos fazerem determinada atividade do livro. Ele não dava aula!
Em matemática, uma meretriz (nada contra prostitutas, eu as adoro ) dava aula, porém, essa não é a especialidade das GP's.

SCOFIELD
Jedi
Jedi

Mensagens : 251
Data de inscrição : 11/05/2014
Idade : 20
Localização : ES

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reforma do EM e os vestibulares

Mensagem por RioBrancoabc em Qui Dez 01 2016, 16:35

SCOFIELD escreveu:
VioletChachki escreveu:Aqui professor de biologia, física e química são pouquíssimos... ou isso vai fazer gerar mais emprego ou as escolas vão optar pelas outras áreas fora da natureza. O que pra mim vai ficar muito segregado... As pessoas imaginam que vai virar um mundo lindo... mas se esquecem de: se uma cidade A oferece curso técnico, matemática e humanas e na capital oferecem todas, os alunos de interior (A) estarão menos aptos pra tentar uma vaga em medicina? Porque por mais que o básico de tudo tenha que ser visto por todos, aquele que vê de forma mais intensa os conteúdos da área da natureza vai estar mais apto.. Bom, são muitos levantamentos...
Você se refere às escolas particulares, não é?
Em escola pública o aluno que, por ventura, aprender o conteúdo, é por mérito próprio, haja vista que os professores NÃO TRABALHAM. Ou seja, as "aulas" são inúteis e, com uma maior carga horária, ter-se-á o dobro de "aulas" inúteis!
Os professores não trabalham? Não passar em vestibular e apontar o dedo não é solução.

RioBrancoabc
iniciante

Mensagens : 14
Data de inscrição : 28/11/2016
Idade : 15
Localização : Rio Branco

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reforma do EM e os vestibulares

Mensagem por SCOFIELD em Qui Dez 01 2016, 16:42

RioBrancoabc escreveu:
SCOFIELD escreveu:
VioletChachki escreveu:Aqui professor de biologia, física e química são pouquíssimos... ou isso vai fazer gerar mais emprego ou as escolas vão optar pelas outras áreas fora da natureza. O que pra mim vai ficar muito segregado... As pessoas imaginam que vai virar um mundo lindo... mas se esquecem de: se uma cidade A oferece curso técnico, matemática e humanas e na capital oferecem todas, os alunos de interior (A) estarão menos aptos pra tentar uma vaga em medicina? Porque por mais que o básico de tudo tenha que ser visto por todos, aquele que vê de forma mais intensa os conteúdos da área da natureza vai estar mais apto.. Bom, são muitos levantamentos...
Você se refere às escolas particulares, não é?
Em escola pública o aluno que, por ventura, aprender o conteúdo, é por mérito próprio, haja vista que os professores NÃO TRABALHAM. Ou seja, as "aulas" são inúteis e, com uma maior carga horária, ter-se-á o dobro de "aulas" inúteis!
Os professores não trabalham? Não passar em vestibular e apontar o dedo não é solução.
Hahaha!
NÃO TRABALHAM MESMO!
Se você não estudou na minha escola, por favor, não dê palpite em relação à minha formação!

SCOFIELD
Jedi
Jedi

Mensagens : 251
Data de inscrição : 11/05/2014
Idade : 20
Localização : ES

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum